Meio Bit » Baú » Mobile » O que Siri uniu homem nenhum separa

O que Siri uniu homem nenhum separa

A Siri faz um monte de coisas legais, mas de vez em quando atira a gente na frente do trem. Foi o que aconteceu com uma usuária, que foi mostrar ao namorado como a Siri entendia “ligue pro meu namorado”. A assistente entendeu o pedido, mas logo perguntou “qual dos dois”. #TORTADECLIMÃO

22/07/2014 às 13:36

boda-robot

Um dos recursos mais legais do iOS é que você pode definir graus de parentesco para seus contatos, isso permite que eles tenham prioridade em chamados mesmo em modo não perturbe, os “cargos” podem ser usados como atalho e acima de tudo fazem com que a interação via Siri seja muito mais natural. Ninguém pede pra secretária ligar pra Dona Fulana, pede “ligue pra minha mãe”.

Dá para definir isso facilmente, basta dizer por exemplo:

Please Siri add Luciana Vendramini as my girlfrend (and redirect the restraining order papers to my business address)

Depois disso é só pedir “Call my girlfriend”, etc. Tudo muito legal mas um usuário do Reddit chamado John descobriu da pior maneira que a vida não é tão simples. A namorada foi mostrar pra ele “essa coisa legal que a Siri faz”, e pediu: “Siri, ligue pro meu namorado”. A tela que apareceu foi esta:

w640

Pois é. A menina tinha dois namorados? Aparentemente. E a Siri, como boa cria dos liberais de São Francisco, não viu problema nisso. Só que não era beeem assim. Craig era o ex. Essa não foi nem a maior surpresa. Quando a menina pediu pra Siri remover o Craig da condição de namorado, a resposta foi que não podia.

John se viu obrigado a (ao menos pra Siri) ter uma namorada em regime de timesharing, pois a funcionalidade estava implementada pela metade.

Isso serve de lembrança pra quem acredita que estamos sequer perto de uma revolução em inteligência artificial. O entendimento desses sistemas ainda é imensamente falho, equivale a uma criança que entende quando você manda pegar um brinquedo da prateleira mas não entende “coloca de volta”.

Não entendam errado, eu adoro Siri e Cortana. Google Now não, ainda mais com aquele bug horroroso de microfone desconectado quando diz que o microfone não está conectado no smartphone/tablet, mas o reconhecimento de voz em si já é coisa de ficção científica. Só não podemos deixar de saber que por mais que pareçam inteligentes em alguns momentos, no fundo são autômatos respondendo a conceitos pré-programados, sem o mínimo de autoconsciência, inteligência ou percepção real do mundo. Tipo um comentarista de portal.

P.S.: sim, eu sei que editando a própria entrada na lista de contatos ela consegue se livrar do ex, mas não é isso que estamos discutindo.

Fonte: o Site da Grega Doida lá.

Leia mais sobre: , , , , .

relacionados


Comentários