Meio Bit » Baú » Ciência » Sim, o mundo precisa de reconhecimento facial para manter gatos em forma

Sim, o mundo precisa de reconhecimento facial para manter gatos em forma

Chamada Bistro, a máquina além de reconhecer o gato pelos traços faciais, ainda conta com uma balança para que não restem dúvidas na hora de liberar a ração.

22/07/2014 às 18:30

Grumpy Cat

Uma das indústrias que mais cresce é a dedicada aos animais de estimação. Cada dia mais pessoas criam bichos como se fossem gente, não poupando gastos com eles. Além da infinidade de coisas disponíveis nas pet shops, todo dia tem alguém pensando em uma nova maneira de ganhar dinheiro com esse (grande) nicho.

É o caso da taiwanesa 42ARK, que lançou essa semana uma campanha no Indiegogo para financiar seu projeto: um equipamento dedicado a quem tem mais de um gato que utiliza reconhecimento facial para liberar a comida dos bichanos. O objetivo é evitar que um avance na comida do outro e acabe comendo demais. A campanha foi um sucesso e com 23 dias ainda pela frente já arrecadou 126.530 dólares (o objetivo eram US$ 100 mil).

Chamada Bistro, a máquina além de reconhecer o gato pelos traços faciais, ainda conta com uma balança para que não restem dúvidas na hora de liberar a ração.

Kitty

A ideia veio depois que um dos gatos de Mu-Chi Sung, co-fundador da empresa, teve problemas de saúde que o impediam de comer e demoraram mais do que o normal para serem diagnosticados porque os outros gatos comiam sua comida (a do gato, não a sua, leitor).

A Bistro, além de servir a comida de acordo com o gato, também calcula o quanto ele comeu, quanto deve ser servido de cada vez (ou não), assim como a água consumida. Também é possível programá-la para ir liberando a comida aos poucos, para o caso de gatos que comem muito depressa e passam mal.

A câmera que faz o reconhecimento facial também pode ser conectada à internet, permitindo que você assista seu gato comer enquanto está no trabalho (o que deve fazer a alegria de patrões mundo afora, afinal Facebook não é suficiente para distrair funcionários).

Sung explica que a geringonça é também uma rede social:

Você pode usar o equipamento para criar um perfil do seu gato. Quando você tira uma foto dele pode postá-la no perfil, e os hábitos alimentares do seu gato são postados também.”

Sério.

http://www.youtube.com/watch?v=Wiy8DRIuh9U
Bistro: The Smartest Cat Feeder. Ever.

Fonte: The Verge.

Leia mais sobre: , .

relacionados


Comentários