Meio Bit » Baú » Games » Square-Enix tira tradução de fãs de Final Fantasy Type-0 do ar

Square-Enix tira tradução de fãs de Final Fantasy Type-0 do ar

Já era de se esperar: Square-Enix obriga grupo de fãs que levaram um ano para traduzir Final Fantasy Type-0 a tirar o patch do ar

18/07/2014 às 11:33

final-fantasy-type-0

A Square-Enix realmente bancou a SEGA e tomou a medida mais amarga para proteger suas marcas e ao mesmo tempo, desagradou uma boa parcela de seus fãs. O grupo de fãs Sky's RomHacking Nest foi forçado por “uma certa companhia de games” a retirar o patch de tradução de Final Fantasy Type-0 para PSP de seu site, sob o que foi chamado de “ameaças e acusações falsas”.

Não é essa a primeira vez que isso acontece por parte da desenvolvedora japonesa (Chrono Ressurrection manda lembranças), mas é a primeira em que ela se moveu somente depois do trabalho ter sido concluído. O processo de tradução de Type-0 foi acompanhado por um grande número de fãs devido à negligência dos japoneses em localizar o game, considerado o “canto do cisne” do primeiro portátil da Sony. Lançado originalmente no fim de 2011, a recusa da Square em dar qualquer posição sobre o game motivou entusiastas a localizá-lo por conta própria. O projeto levou um ano para ser concluído e envolveu um exército de tradutores, revisores, designers e programadores. O resultado é primoroso, de longe uma das melhores localizações independentes já realizadas.

Só que a Square-Exnix anunciou Final Fantasy Type-0 HD para PS4 e Xbox One no dia seguinte ao lançamento do patch, o que dá a entender que a desenvolvedora só se mexeu em trazer o game para o ocidente (não da forma como os fãs queriam, já que a lógica seria lançar o game para o PS Vita) devido à iniciativa dos fãs. Com a chegada iminente da versão oficial, era óbvio que a Square-Enix tomaria uma atitude. A parte de “acusações falsas” ficou um tanto vaga, mas o mais provável é que o administrador do blog tenha sido notificado a remover os posts e arquivos, sob pena de enfrentar processos. Segundo fontes próximas, a Square tomou uma atitude pior do que simplesmente enviar uma carta de Cease and Desist ao administrador do blog (é possível que ele tenha sido processado).

Novamente, era de esperar. O pior da história é que como a SEGA fez com o remake de Sonic 2, a desenvolvedora esperou que o trabalho fosse concluído e disponibilizado para tomar uma ação legal, ao invés de forçar a parada durante o processo. Claro que fica o sentimento de trabalho de um ano desperdiçado, mas o patch existe e todos sabem: uma vez na internet, é impossível tirar algo de lá.

Fonte: SHRN.

relacionados


Comentários