Meio Bit » Baú » Internet » Google+ não vai mais exigir nomes reais nos perfis

Google+ não vai mais exigir nomes reais nos perfis

Ontem, finalmente, um post no Google+ anunciava que essa restrição não existe mais e agora você pode usar qualquer nome no serviço.

16/07/2014 às 16:16

Google+

No início do Google Plus, a rede social que todo mundo tem mesmo que não saiba, muita gente boa teve seu perfil deletado por não usar o próprio nome ou, para ser mais preciso, algo que se assemelhe a nome e sobrenome.

Essa manobra em tese criou uma rede social de pessoas reais, mas ao mesmo tempo deixou de fora gente que já tem um apelido conhecido na rede ou não quer seu nome exposto internet afora.

A coisa foi mudando aos poucos, primeiro permitindo que donos de páginas usassem qualquer nome, depois o uso de nomes de usuários do YouTube no Google Plus.

Ontem, finalmente, um post no Google+ anunciava que essa restrição não existe mais e agora você pode usar qualquer nome no serviço.

O Google também se desculpou por inconvenientes causados a alguns usuários como resultado dessa política. Muitos afirmam que a mesma poderia causar problemas para pessoas que expressam opiniões políticas ou tem uma orientação sexual não aceita onde vivem.

Um caso que teve grande repercussão foi o de uma mulher transgênero que teve sua identidade exposta ao enviar uma mensagem via Hangout por engano, que estava integrado ao SMS do Android. O problema é que no trabalho ela ainda usava sua antiga identidade masculina e não pretendia ainda expor a situação.

O Facebook segue firme com a exigência de nomes reais, com a desculpa de que isso dá mais segurança ao usuários, uma vez que se você é conhecido por determinado nome todos estranharão se aparecer com outro.

Enquanto isso é verdade para quem adiciona amigos da vida real, nada impede que uma conta seja criada com outra foto de perfil e uma vida inteiramente diferente, o que meio que invalida toda a questão da “segurança”.

Fonte: Arstechnica.

Leia mais sobre: , , .

relacionados


Comentários