Meio Bit » Baú » Games » CEO da Ubisoft defende jogos de mundos abertos

CEO da Ubisoft defende jogos de mundos abertos

CEO da Ubisoft sai em defesa dos jogos abertos e diz que, entre outras coisas, eles são bons por nos dar a oportunidade de jogarmos sozinhos ou na companhia de amigos.

11/07/2014 às 10:00

Assassins-Creed-Unity

Se você gosta de jogos de mundos abertos e acha que a Ubisoft está acertando ao adotar essa estrutura em boa parte de suas criações, fique feliz, pois de acordo com Yves Guillemot, este é um caminho que a empresa não deverá abandonar.

Dizendo que “vivemos em mundos que são sistêmicos” e que jogos com essas característica permitem uma maior interação social, o presidente da desenvolvedora francesa defendeu que títulos assim acabam tendo um apelo mais amplo, opinião com a qual a concordo.

Quando criamos games, é muito importante recriar sistemas com os quais possamos interagir e que se pareçam com os das nossas vidas reais.

Quando você quer jogar sozinho, você joga sozinho. Se você quer jogar com seus amigos, então pode deixar que eles entrem na partida. A não diferenciação entre single e multiplayer é algo que desenvolvemos e que continuará crescendo nos próximos anos.

O executivo falou ainda sobre como os consoles da nova geração facilitarão isso, como por exemplo permitindo um número maior de pessoas e personagens nos mundos virtuais, e também explorando ainda mais esse aspecto de podermos jogar sozinhos ou na companhia de amigos.

Eu sou até um pouco suspeito para falar, pois sempre fui um grande admirador de jogos de mundos abertos, principalmente pela liberdade que eles costumam nos dar e por ressaltar algo que considero fundamental pra a indústria e que muitas vezes acaba sendo ignorando, que é a interatividade. Por isso vejo com muito bons olhos essa estratégia da Ubisoft e se ainda pudermos ter jogos assim que possam ser aproveitados tanto sozinhos quanto na companhia de outras pessoas, melhor ainda.

Fonte: Ubi Blog.

Leia mais sobre: , .

relacionados


Comentários