Meio Bit » Arquivos » Internet » Apple abandona Google Maps no webapp do Find my iPhone

Apple abandona Google Maps no webapp do Find my iPhone

Apple Maps se integra ao webapp Find My iPhone do iCLoud.com e influência do Google Maps sobre os iGadgets chega ao fim

09/07/2014 às 13:30

apple-maps

Que Google e Apple se estranham desde sempre, isso não é novidade para ninguém. Entretanto uma coisa era Steve Jobs dizer aos quatro ventos que sua intenção era atomizar o Android, enquanto que por outro lado o Google paga US$ 1 bilhão para ser o buscador padrão do iOS. É aceitável, visto que Cupertino sabe que nenhum motor de busca é mais eficiente que o de Mountain View, e embora a Siri esteja evoluindo (e paralelamente a Cortana também) ainda não é aceitável trocar o motor e oferecer uma experiência abaixo de perfeita, algo que sempre será o mote da Apple.

Ainda assim, quando se tratou dos mapas ela preferiu pagar para ver, virando motivo de chacota quando se recusou a pagar o que Mountain View pediu para continuar fornecendo o serviço e sem titubear, o Google se retirou. Sem alternativas, ela teve que correr atrás e o resultado não foi dos melhores. Tempos depois o Google Maps voltou ao iOS mas hoje ele e nada é a mesma coisa, a integração foi para o espaço. O app só é tolerado pela Apple porque ela não reclama do dinheiro que recebe.

Só que a Apple até recentemente continuava utilizando o Google Maps no webapp Find My iPhone do iCloud.com, sabe-se lá por qual motivo. Entretanto isso acabou. Desde ontem os usuários do serviço notam que a Apple está aos poucos substituindo os mapas por sua solução própria, primeiro no serviço beta e apenas para usuários dos Estados Unidos, entretanto é uma questão de tempo para que todos os usuários passem a utilizar o serviço de mapas da Apple somente.

Com isso a Apple se livra de vez da influência do Google Maps em seus produtos. O Apple Maps ainda está longe de ser a melhor solução, o serviço do Google está bem à frente, assim como o HERE Maps da Nokia (que curiosamente também deixou de ser fornecido no iOS), entretanto ele não é mais a piada que vimos em 2012, quando foi lançado. Cupertino tem tempo para evoluir o serviço e agora, os usuários querendo ou não a integração com Google Maps já era de vez.

Fonte: VB.

relacionados


Comentários