Meio Bit » Baú » Internet » Sorry haters, mas o IE ainda é o browser líder nos desktops

Sorry haters, mas o IE ainda é o browser líder nos desktops

Guerra dos Browsers: Internet Explorer pode ter perdido terreno no cenário geral, mas ainda come mais da metade do market share nos desktops

03/07/2014 às 12:30

inori-aizawa-ie-tan

OK, o Google Chrome de fato é o browser mais utilizado em todo o mundo, mas apenas se somarmos sua participação em plataformas móveis e nos PCs. Entretanto, já sabíamos que quando se trata de desktops, a fatia do bolo que o Internet Explorer abocanha é ainda bem considerável. E agora a NetMarketShare confirma isso, e deixa bem claro: a briga nem é justa.

browser-market-share-desktop

Embora o IE só esteja presente em dispositivos Windows, o que confere certa vantagem ao Chrome e ao Safari no cenário mobile, nos PCs o cenário é completamente diferente. Em junho o Internet Explorer ficou com 58,38% do market share, seguindo de longe pelo Google Chrome, com 17,73%. O Firefox vem em terceiro com 16,81% e o Safari responde por apenas 5,72%. Opera, o melhor browser que ninguém usa fica com apenas 1,16%.

Tudo isso tem razão de ser: embora o mercado mobile esteja florescendo e o de PCs está cambaleando, computadores pessoais ainda vendem razoavelmente bem e a grande maioria, gostem os fags (macs ou droids) ou não são máquinas com Windows. O market share de Macs ainda é minúsculo (ao contrário do que alguns analistas fanboys dizem) e ainda não chegamos no ano do Linux no desktop, que dá ponto de audiência. Portanto, com quase 90% do mercado de computadores pessoais, a Microsoft continua deitando e rolando. E como a grande, enorme maioria dos usuários (em todos os sentidos da palavra) não sabe sequer instalar um programa adicional no PC e chamar o IE de "ezinho da internet", é de se esperar que o navegador padrão ainda continuará líder por um bom tempo.

Isso vai mudar no futuro? Talvez, mas sinceramente não apostaria nisso. A maioria dos usuários não quer pensar em utilizar ferramentas diferentes das oferecidas por padrão, só querem uma máquina para acessar a internet e pronto. Embora tablets estejam se tornando mais populares, há quem não abra mão de um desktop ou um notebook, e como nem todo mundo tem grana sobrando para adquirir um Mac ou montar seu próprio PC e instalar Linux, uma máquina com Windows ainda é a melhor pedida. E a grande maioria dos usuários não procura instalar Firefox ou Chrome e usam o IE mesmo, que sejamos justos melhorou muito nos últimos tempos e tem se tornado até mais simpático, na tentativa de atrair os geeks e forçar os usuários a atualizarem o navegador.

Fonte: DT.

relacionados


Comentários