Meio Bit » Baú » Games » Crytek estaria em apuros e Ryse 2 pode ter sido cancelado

Crytek estaria em apuros e Ryse 2 pode ter sido cancelado

Após revista dizer que a Crytek está enfrentando dificuldades financeiras, funcionários teriam reclamado de salários atrasados e revelado que novos projetos foram interrompidos, incluindo aí o Ryse: Son of Rome 2.

25/06/2014 às 8:30

ryse-son-of-rome

Tendo se antecipado à E3 e anunciado a produção do Homefront: The Revolution e do Hunt: Horrors of the Gilded Age, dois jogos bastante promissores, parecia que tudo ia muito bem lá pelos lados da Crytek, mas um artigo publicado pela revista GameStar pode ter revelado que a situação financeira da empresa está longe de ser tranquila.

Descrevendo o lançamento do Ryse: Son of Rome como catastrófico e afirmando que as vendas da CryEngine estão muito fracas, o periódico chegou a dizer que a Crytek está a beira de pedir falência, inclusive incentivando alguns de seus profissionais a tentarem vagas em outros estúdios, já que estaria com sérias dificuldades em pagá-los.

Diante de tais acusações, a empresa desmentiu a informação, mas um novo artigo, este publicado pelo Kotaku, afirma ter ouvido dez funcionários e ex-funcionários que, sem se identificarem, confirmaram que muitos estão sem receber e que desde o início deste ano, cerca 100 membros da Crytek foram dispensados.

Ao invés de nos focarmos nas forças da companhia, que seriam a engine e títulos inovadores para PC, nós simplesmente pulamos para a próxima grande tendência da indústria,” disse um dos supostos funcionários, mostrando que as investidas em MOBAs e jogos free-to-play é algo que tem dividido opiniões internamente. “Só que cada vez que fazemos isso, é um pouco tarde e estamos correndo atrás de nossos competidores. Não há senso de identidade neste ponto e penso que isso frustra tanto os empregados quanto os fãs.

E para colocar o futuro da companhia ainda mais em xeque, alguns disseram que vários projetos foram cancelados, inclusive com os protótipos para uma continuação do Ryse tendo seu desenvolvimento interrompido e embora por enquanto tudo deva ser tratado como um rumor, se juntarmos as coisas ele acaba se tornando mais forte.

Talvez isso aconteça por sua engine estar por trás de vários jogos de grande porte ou até por suas criações terem uma excelência visual, mas eu sempre tive a sensação de que a Crytek passa uma imagem de ser maior do que realmente é. Isso a parte, vamos ver então como os próximos meses se desenrolarão, mas como dizem que onde há fumaça, há fogo…

relacionados


Comentários