Meio Bit » Baú » Hardware » Surgem primeiras imagens do HTC Volantis, aka Nexus 9

Surgem primeiras imagens do HTC Volantis, aka Nexus 9

Reveladas primeiras imagens e informações detalhadas do HTC Volantis, o tablet do Google que pode receber o nome de Nexus 9

23/06/2014 às 11:00

htc-nexus-volantis-001

Informações acerca do próximo tablet Nexus tem circulado a internet há um bom tempo, desde quando o Google cometeu a gafe de exibir um protótipo na página de descrição do Android (imagem posteriormente corrigida, tendo sido substituído por um Nexus 7). DE lá para cá já foi dito de tudo sobre o tal Nexus 8, desde que ele contaria com um chip Bay Trail até um Tegra de 64 bits. Nada muito concreto entretanto. Só que agora surgem as primeiras imagens do que seria o modelo em sua forma final, bem como especificações internas.

Conhecido através dos codinomes "flounder" e "volantis" (respectivamente linguado e peixe-voador, mantendo a tradição do Google em nomear protótipos da linha Nexus como peixes), segundo o Android Police ele receberá o nome de Nexus 9 (eles alegam que a fonte é quente e já foi confirmada várias vezes, então estão tratando como certo), já que a proporção de tela o coloca no meio termo entre o iPad tradicional e o mini: o Google estaria saltando de um tablet widescreen de 7 polegadas para um com display de 8,9" e proporção de tela 4:3, com resolução estonteante de 2048 x 1440 pixels, resultando em uma densidade de pixels de 281 ppi. Faz sentido: embora seja interessante para assistir vídeos, trabalhar num tablet wide pequeno não é a melhor das experiências, e uma proporção como a do iPad é melhor para esse fim, sem perder a possibilidade de consumir conteúdo. E com medidas inferiores (22,6 x 15,2 x o,8 cm contra 24 x 17 x 0,75 cm) ele é ligeiramente melhor para se transportar.

htc-nexus-volantis-002

Internamente o Nexus 9 contará com um Tegra K1 de arquitetura Logan, fazendo dele o segundo tablet do mercado a contar com um chip 64 bits, depois do iPad Air. Se isso vai representar um ganho de performance e melhor uso e gerenciamento de memória real ainda é cedo para dizer, essa migração de 32 para 64 bits está sendo planejada a longo prazo. Outros features são 2 GB de RAM, câmera traseira de 8 megapixels com estabilizador de imagens e frontal de 3 MP, alto-falantes estéreo, conexão 4G/LTE e versões de 16 e 32 GB de armazenamento interno, obviamente sem opção de Micro-SD como de praxe. Nada foi dito sobre qual Android ele rodará, mas há um certo consenso que ele contará com a próxima versão do sistema operacional. A expectativa é que ambos deem as caras na Google I/O daqui a dois dias, embora o foco esteja todo voltado para wereables.

O mais relevante nessa quase confirmação é o fato de que a HTC está voltando finalmente a trabalhar com o Google. Tendo sido ela a primeira fabricante da linha Nexus, ela perdeu a preferência de Mountain View que deu sequência do projeto com LG, Asus e Samsung. De lá para cá a fabricante cometeu excelentes aparelhos como o HTC One e o One M8, mas ela vinha perdendo dinheiro ferozmente. Caso o lançamento de um tablet Nexus seja iminente, ela poderá reverter boa parte das perdas recentes. O único problema é que como a HTC não possui representação no Brasil, nós que já víamos um lançamento dos tablets do Google uma possibilidade distante, depois desse movimento é certo afirmar que eles de fato não serão lançados aqui nem a longo prazo, caso a parceria permaneça e a Asus tenha sido descartada.

Fonte: AP.

relacionados


Comentários