Meio Bit » Baú » Games » Star Citizen e o financiamento coletivo de uma grande produção

Star Citizen e o financiamento coletivo de uma grande produção

Com mais de US$ 46 milhões arrecadados em campanhas de financiamento coletivo, hoje o Star Citizen conta com 268 pessoas trabalhando na sua criação e acredite, a produção ainda é pequena se comparada a alguns gigantes.

20/06/2014 às 17:00

star-citizen

Quando falamos em financiamento coletivo de games, a primeira coisa que passa pela cabeça de muitas pessoas são jogos de pequeno porte, títulos feitos por um moleque no porão de casa enquanto sua mãe lhe traz biscoitos e um copo de leite, e talvez seja por isso que o desenvolvimento do Star Citizen esteja impressionando tanta gente.

Com uma campanha no Kickstarter que arrecadou “apenas” pouco mais de US$ 2 milhões, parecia que o simulador espacial não seria muito diferente dos demais projetos idealizados por alguns nomes conhecidos da indústria, mas aquela era apenas a ponta do iceberg.

Percebendo que mais jogadores estavam dispostos a pagar por algo que nem tinha data para ser lançado, o game designer Chris Roberts resolveu continuar a campanha de financiamento através do site da sua desenvolvedora e passados alguns meses, o valor arrecadado já ultrapassa a casa de US$ 46 milhões, quantia que veio de mais de 400 mil colaboradores.

Com tanto dinheiro nas mãos, Roberts, que também é conhecido como “o pai do Wing Commander”, revelou que hoje o projeto conta com 268 funcionários, sendo que boa parte deles trabalham internamente, enquanto que o restante está dividido em outros dois estúdios, o que é digno de nos deixar de queixo caído.

Porém, o game designer faz questão de salientar que a quantia arrecadada não é tão grande quanto parece, pois parte dela acabou ficando com o Paypal ou o próprio Kickstarter e que se compararmos o projeto com outros de grande porte, como o Halo ou o Destiny, que contam com equipes com mais de 500 pessoas e um orçamento muito maior, o Star Citizen ainda parece um anão.

Pensando por este lado ele tem razão, ainda mais se considerarmos tudo o que o simulador pretende entregar, mas ainda assim acho incrível imaginar que tantas pessoas investiram – e continuam investindo - em algo que, sejamos francos, nem sabemos se e como será lançado.

Fonte: GamesBeat.

relacionados


Comentários