Meio Bit » Arquivos » Games » Nintendo, sobre o Xbox One: “o Wii U disputará o 1º lugar com o PS4”

Nintendo, sobre o Xbox One: “o Wii U disputará o 1º lugar com o PS4”

A Nintendo venceu a E3 2014? O presidente da Nintendo of America diz que o Wii U tem sim chances de liderar a 8ª geração. Você bota fé nisso?

15/06/2014 às 21:51

Laguna_Nintendo_Treehouse_Redmond

Estúdio de gravação do Nintendo Treehouse em Redmond (Crédito: Brier Dudley)

Desculpe bater mais uma vez na mesma tecla: o evento digital voltado aos lançamentos de Nintendo Wii U na terça-feira passada fez a Nintendo roubar a E3 2014 mesmo sem a japonesa ter organizado uma conferência física lá em Los Angeles. O tio Laguna sempre achou que o fato de a BigN abandonar a E3 foi com a justificativa de que a empresa não teria muito mais a mostrar na feira que não fosse algum novo Mario e/ou Zelda.

Não deixa de ser verdade, mas convenhamos que nesta E3 percebemos outra coisa: em vez de encher lingüiça com protótipos (oi Electronic Arts), apresentar jogos multiplataforma como se fossem exclusivos (oi Microsoft) ou mesmo quebrar o bom ritmo inicial de uma apresentação com anúncios sonolentos ao final (oi Sony), a Nintendo entregou algo enxuto e não precisou fazer com que um bocado de seus desenvolvedores japoneses (Shigeru Miyamoto, Masahiro Sakurai, Eiji Aonuma, entre outros) atravessassem meio mundo só para fazer bonito com a imprensa ocidental.

Em entrevista, o presidente da Nintendo of America Reggie Fils-Aime deu a entender que graças ao recente lançamento bem-sucedido de Mario Kart 8 e à calorosa recepção da mídia ao evento digital ocorrido durante a E3 2014, o Nintendo Wii U poderia vender mais que PlayStation 4 e Xbox One nos Estados Unidos neste mês de junho. Será que vai conseguir mesmo?

Laguna_Nintendo_E3_2014

Estande dos exclusivos da Nintendo na E3 2014 (Crédito: Engadget)

Brier Dudley, do Seattle Times: “Quantas cópias de ‘Mario Kart 8’ vocês venderam?

Reggie Fils-Aime: “Nos primeiros três dias, vendemos 450.000 cópias apenas nos Estados Unidos. Isso elevou a venda de hardware [Wii U] em 4 vezes.”
[…]
Brier: “Vocês conseguiram tirar a [péssima] impressão inicial sobre o Wii U com os novos jogos apresentados no evento [Nintendo Direct na E3 2014]?

Reggie: “Na verdade acho que as [más] impressões sobre o Wii U começaram a mudar quando lançamos jogos como ‘Super Mario 3D World’ e os consumidores tiveram ótimas expêriencias usando o Wii U Gamepad. Certamente o feedback que estamos vendo tanto aqui na E3 2014 como na internet tem sido bastante positivo.”
[…]
Brier: “Você acha que o Wii U venderá mais que o Xbox One e/ou PlayStation 4?

Reggie: “Se você olhar os números da Sony e da Nintendo até o presente momento, o PS4 e o Wii U estão bem próximos, com o Xbox One em terceiro lugar. Acho que a 8ª geração será uma corrida de cavalos bem balanceada.

Fils-Aime ainda admitiu que os últimos anos têm representado uma dura rotina para a empresa enxugar as despesas e evitar terminar mais um ano fiscal com prejuízo. Talvez já prevendo com grande antecedência que não poderia manter os grandes custos de marketing que outrora tinha não só com a E3 como também com outros eventos físicos, inclusive próprios, a japonesa preferiu focar-se nos eventos digitais.

Óbvio que todo esse esforço não representará nada se o principal console dela continuar não vendendo novas unidades o suficiente para vender mais jogos novos, de forma a agradar as desenvolvedoras third-party: em quase dois anos, o Wii U vendeu apenas pouco mais de 6 milhões de unidades até o momento e, embora tal número faça com que a base instalada dele fique entre o PlayStation 4 e o Xbox One, é preocupante notar que o novo console da Nintendo não aproveitou nada do enorme sucesso do anterior, o velho e aposentado Wii.

Em conversa com os amigos do VidaExtra, a impressão que tenho é a de que com a E3 2014 a Nintendo deixou de ser ignorada, ressuscitando o Wii U e este passando de terceiro a segundo console na preferência até dos jogadores mais hardcore. Ser o 2º console na preferência de todos era a mesma impressão que os entusiastas tínhamos com os anúncios de alguns dos lançamentos exclusivos da Nintendo no velho Wii, quando a japonesa ainda fazia conferência física lá na E3. Mesmo enfraquecida, não deveríamos subestimar nem a Big ‘N’ nem seu atual console.

E você, ainda bota fé na Nintendo? Vale a pena comprar um Wii U agora? Que jogos apresentados foram mais interessantes em sua opinião? Quais games multiplataforma você sentirá falta no console Nintendo?

relacionados


Comentários