Meio Bit » Baú » Indústria » Amazon acrescenta pagamentos recorrentes ao Amazon Payments para concorrer com o Paypal

Amazon acrescenta pagamentos recorrentes ao Amazon Payments para concorrer com o Paypal

A Amazon lançou ontem um novo serviço que permite a seus usuários pagar automaticamente assinaturas, cobranças recorrentes ou até mesmo contas telefônicas, tudo usando seu login existente via smartphone.

10/06/2014 às 13:46

Amazon Payments

A Amazon lançou ontem um novo serviço que permite a seus usuários pagar automaticamente assinaturas, cobranças recorrentes ou até mesmo contas telefônicas, tudo usando seu login existente via smartphone.

A Amazon declarou que vem testando o serviço nos últimos meses com a operadora de celular Ting, em ascensão no mercado, obtendo resultados "impressionantes".

O serviço promete ser uma grande pedra no sapato do eBay, proprietário do Paypal, que todo dia angaria mais antipatia de seus usuários. A Amazon tem mais de 244 milhões de contas ativas, uma base enorme de usuários em potencial para o serviço.

No mês passado o Paypal lançou uma campanha de marketing divulgando entre outras coisas seu serviço de pagamento mobile e transferência de dinheiro. O número de contas ativas do Paypal chega a quase 148 milhões, mais de 100 milhões a menos do que a Amazon.

Nathalie Reinelt, analista do Aite Group, afirma que o novo serviço certamente irá se beneficiar do reconhecimento e reputação da empresa.

O lançamento aconteceu em tempo para o evento do dia 18 de junho, no qual Jeff Bezos, CEO da Amazon, deve revelar um smartphone 3D, que deve dar outro impulso ao serviço de pagamentos mobile.

O setor de pagamentos via smartphone tem despertado o interesse de várias gigantes, entre elas o Google, com seu Google Wallet.

Operadoras de celular norte-americanas como a Verizon, a AT&T e a T-Mobile já se uniram com vários bancos para criar o Isis Mobile Wallet e especula-se que a Apple também está desenvolvendo seu sistema de pagamentos mobile.

O Facebook também está de olho em uma fatia desse mercado, no momento aguarda aprovação para lançar um sistema de pagamentos no Reino Unido.

Fonte: CNN Money.

Leia mais sobre: , .

relacionados


Comentários