Meio Bit » Baú » Hardware » Carros conectados: indo além de streaming de música

Carros conectados: indo além de streaming de música

SAP e BMW mostram conceito para o futuro dos carros conectados.

06/06/2014 às 10:27

SAP-fueling

A grande maioria dos projetos para tornar carros mais inteligentes se enquadra em duas categorias: ou ainda estão muito longe da realidade, como os carros autônomos, ou não passam de um update da velha dupla rádio e mapa de papel. Houve muita evolução nos sistemas de entretenimento, mas nada que simplifique a rotina do motorista.

Já existem aparelhos para conectar o smartphone ao sistema de diagnóstico do carro e ajudar a avaliar o consumo de combustível ou alertar em caso de problemas técnicos, mas é uma solução que dificilmente deixaria de ser um nicho.

Na conferência Sapphire Now, a SAP apresentou um conceito desenvolvido em conjunto com a BMW que pretende aproveitar melhor os dados coletados pelos carros para ajudar em algumas tarefas rotineiras do motorista.

http://www.youtube.com/watch?v=cWo4lDa_1uw

Em um dos cenários, o carro avisa quando o combustível não será suficiente para terminar o trajeto e oferece várias opções de postos para encher o tanque, podendo até escolher o com melhor custo benefício considerando fatores como o tempo de deslocamento e a disponibilidade da sua agenda.

Chegando no posto, seria possível pagar pelo combustível diretamente do carro: o carro identifica a bomba de combustível por Bluetooth Low Energy e pode mandar o pagamento de forma digital. Mas claro que toda conveniência tem seu custo: os carros conectados também poderiam mostrar ofertas relevantes para o motorista — o carro sabe que você está dirigindo por horas e provavelmente está com fome, então porque não mostrar uma promoção de sanduíches da loja de conveniência?

Também seria possível receber informação sobre vagas disponíveis nos arredores. Assim como no exemplo de abastecimento de combustível, o carro avisaria de estacionamentos próximos já listando os preços e aceitando pagamentos diretamente.

De certa forma a idéia pretende explorar a compra por impulso — se você estiver atrasado para uma reunião, sofrendo para achar vaga e seu carro oferecer uma vaga próxima, é bem provável que você aceite.

Só acho bastante estranho ser um serviço oferecido pelas montadoras — a SAP diz que além da BMW, também está desenvolvendo uma solução similar para uma “grande montadora ainda não anunciada”, mas dá a impressão que seriam serviços completamente separados. Nesse caso, fragmentação me parece algo bem indesejável já que ter lugares credenciados para o serviço de uma marca e não de outra diminuiria bastante o público alvo dos serviços.

O MeioBit viajou para a Sapphire Now em Orlando à convite da SAP, mas todas as opiniões são nossas.

Leia mais sobre: , , .

relacionados


Comentários