Meio Bit » Arquivos » Games » Oculus contrata um dos principais ex-funcionários do Steam

Oculus contrata um dos principais ex-funcionários do Steam

Depois de ser apontado como um dos principais responsáveis pelo sucesso do Steam e passar brevemente pela Microsoft, Jason Holtman assumirá um importante papel na Oculus VR, o que mostra que a empresa está levando a sério a ideia de popularizar a realidade virtual.

05/06/2014 às 14:30

jason-holtman

O pessoal da Oculus VR parece não estar de brincadeira quando se trata de popularizar a realidade virtual. Há algum tempo a empresa tem tirado alguns funcionários de grandes empresas da indústria, como a Valve, mas agora eles garantiram a contratação de Jason Holtman, um dos principais nomes responsáveis pelo sucesso da criadora do Steam.

Tendo atuado por oito anos como chefe de desenvolvimento de negócios na desenvolvedora, para muitos Holtman contribuiu enormemente para que o serviço de distribuição digital se tornasse o que é hoje, já que servia como contato com os estúdios e idealizou várias características importantes da loja, como por exemplo suas promoções.

Alguns também lembrarão que em agosto do ano passado o executivo foi contratado pela Microsoft com a missão de tornar o Windows uma plataforma melhor para jogos, mas surpreendentemente ele desistiu seis meses depois e se desligou da empresa.

Com essa contratação, a Oculus VR deixa claro que fará o possível para conquistar novos jogos para o seu dispositivo de realidade virtual e Jason Holtman se junta a uma lista que já tinha - entre outros - Kenneth Scott, ex-diretor de arte na 343 Studios; Cass Everitt, arquiteto de GPU e engenheiro da nVidia; Brian Hook, criador da API 3Dfx Glide (que saudade da minha Voodoo 4500); Paul Pedriana, engenheiro chefe da EA; Adrian Wong, chefe de engenharia de sistema do Google Glass e claro, ninguém menos do que John Carmack, que dispensa apresentações.

É claro que toda a montanha de dinheiro dada pelo Facebook deve ter ajudado muito a conquistar essas pessoas, mas não podemos esquecer que estamos falando de profissionais consagrados e bastante experientes, o que me faz crer que eles no mínimo enxergavam um grande potencial no Oculus Rift. De qualquer forma, acho que os consumidores devem ficar feliz por saber que tanto conhecimento está reunido para fazer com que o aparelho seja o melhor possível.

Fonte: Destructoid.

relacionados


Comentários