Meio Bit » Arquivos » Games » nVidia responde às críticas da AMD sobre o GameWorks

nVidia responde às críticas da AMD sobre o GameWorks

E agora, o outro lado: diretor de engenharia da nVidia responde às críticas de que plataforma GameWorks prejudicaria a performance dos games em GPUs AMD

29/05/2014 às 17:31

watch-dogs

Houve uma grande comoção quando a AMD criticou a nVidia devido as decisões tomadas para promover sua própria plataforma de placas de vídeo através da tecnologia GameWorks. Resumindo a história, para aproveitar todo o potencial do recurso eles devem ser implantados nos games durante a fase de desenvolvimento, o que leva à parceria entre a nVidia e a Ubisoft. Watch_Dogs é o mais novo game a se beneficiar do recurso, e portanto o pivô dessa confusão.

A reclamação da AMD é que ao fazer isso, a nVidia fecha a porta do código, não lhe dando a chance de otimizar o game para suas próprias placas de vídeo. A queixa é que diferente da tecnologia Mantle que é open source, a GameWorks seria proprietária. Isso acabaria dividindo o mercado, levando jogadores a adquirir placas de acordo com a compatibilidade do game e não pelo poder gráfico, que é o cenário ideal.

Pois bem: agora veio a resposta da nVidia.

Cem Cebenoyan, diretor de engenharia e desenvolvimento da nVidia disse em entrevista à Forbes que de fato, graças ao acordo com a Ubisoft a empresa esteve presente em praticamente todo o processo de desenvolvimento de Watch_Dogs, portanto não é exagero dizer que neste caso, a versão do game para PCs foi de certa forma “desenvolvido para a nVidia”. Entretanto, segundo ele isso não quer dizer que todo o processo é fechado à AMD:

Eu li sobre (as queixas da AMD, especificamente do técnico de comunicações Robert Hallock) e elas parecem estranhas para mim. Nós nunca restringimos o acesso a nossos acordos a ninguém, seja com Watch_Dogs ou qualquer outro título. Eles focam em possibilidades interessantes para desenvolvermos juntos, em prol de todo o cenário de PC gamers e claro, de nossos clientes. Nós não restringimos o acesso de nosso código-fonte ou código binário a ninguém. Nossos clientes são livres para desenvolverem seus produtos com quem eles quiserem. Afinal, é o produto deles.”

Além disso Cebenoyan refutou as declarações de Hallock de que o GameWorks prejudica intencionalmente a performance dos games em GPUs da AMD, e que o acordo não impede a Ubisoft de trabalhar com ferramentas de otimização da concorrente.

Temos dois discursos dissonantes aqui. De um lado a AMD diz que a nVidia está a prejudicando deliberadamente; do outro, a nVidia diz que não é nada disso. Tanto alguém pode estar mentido como há ainda uma terceira possibilidade: ninguém considerou se não foi decisão da própria Ubisoft dar preferência à nVidia em detrimento da AMD, simplesmente por questões mercadológicas (o market share está dividido em 60% nVidia e 40% AMD). Dar preferência à maior base instalada faz sentido do ponto de vista de negócios, de modo a extrair o máximo do game e consequentemente, aumentar suas vendas (e puxar a nVidia junto).

De qualquer forma, muita gente está reclamando que com ou sem diferença de performance, a versão de PC de Watch_Dogs está muito aquém do que foi visto em demos anteriores, mas isso… é uma outra história…

Fonte: Forbes.

relacionados


Comentários