Meio Bit » Arquivos » Games » Após ser aprovado no Steam Greenlight, Towns é cancelado

Após ser aprovado no Steam Greenlight, Towns é cancelado

Depois de ser aprovado no Steam Greenlight e ter mais de 200 mil cópias vendidas, o jogo Towns terá o seu desenvolvimento interrompido, deixando na mão todos aqueles que apostaram no projeto e novamente alertando para os riscos de colocarmos dinheiro em produções inacabadas.

08/05/2014 às 13:00

towns

Ontem ficamos sabendo do absurdo caso do Earth: Year 2066, jogo que teve sua venda interrompida no Steam por seus criadores supostamente estarem entregando algo muito aquém do prometido e agora outro jogo volta a nos fazer questionar até que ponto é seguro investir em projetos inacabados.

Conhecido como Towns, a criação de Florian Frankenberger e Xavi Canal foi um dos primeiros títulos a serem aprovados pelo Steam Greenlight e depois de estar disponível na loja online desde novembro de 2012 e de ter registrado mais de 200 mil cópias vendidas (gerando algo em torne de US$ 2 milhões), o game designer simplesmente anunciou que o inacabado projeto foi abandonado.

Quando assinei para trabalhar no Towns, me foi dito que venderíamos no mínimo x cópias por mês do game. Concordei em trabalhar no Towns por 15% do que sobraria depois de tirarmos todas as taxas e a parte do Steam. Xavi e eu concordamos que isso seria uma quantia justa e continuo achando que é.

… atualmente estamos vendendo menos de um terço das x cópias por mês, perdendo cerca de 33% das vendas mensalmente. Para ser completamente honesto, não posso trabalhar por tão pouco. Tenho que pagar o aluguel, a comida e isso não é o suficiente para nada disso.

Como era de se esperar, aqueles que investiram no jogo estão revoltados, pedindo que o game tenha seu código fonte disponibilizado e até que a dupla devolva a quantia que receberam, o que evidentemente não deverá acontecer.

O curioso é que esta é a segunda vez em poucos meses que o desenvolvimento do jogo é cancelado, sendo que a anterior foi anunciada pela outra parte da dupla e de acordo com Frankenberger, o cancelamento poderá lhes abrir espaço para que a ideia do jogo seja aperfeiçoada e utilizada numa sequência. A questão é, depois de toda essa demonstração de incapacidade de gerenciamento, quem será maluco de investir nele?

Leia mais sobre: , , .

relacionados


Comentários