Meio Bit » Baú » Fotografia » Izitru — descobrindo imagens alteradas?

Izitru — descobrindo imagens alteradas?

O Izitru é um serviço que promete identificar se uma foto sofreu manipulação digital, ou não. Porém, só funciona com arquivos JPEG.

07/05/2014 às 21:30

A boa e velha discussão sobre manipulação digital. Faz tempo que não temos uma polêmica a esse respeito e até as tentativas de criar legislações sobre a obrigatoriedade de avisar se uma imagem foi alterada digitalmente na publicidade parecem ter perdido o fôlego. Na minha opinião essa é uma discussão complicada. Toda imagem precisa de edição. É uma das pernas do tripé da formação de uma imagem (construa a imagem na mente, capture com a câmera e depois edite sua imagem). Querendo ou não, a edição faz parte da visão do fotógrafo, a finalização de seu intento. E como a fotografia não é a representação da realidade, então está tudo certo. Porém, existem alguns ramos comerciais onde é necessário se ter a confirmação se uma imagem é real ou não.

É para esses ramos (seguradoras, provas processuais, etc) que se destina o lançamento do site Izitru pela Fourandsix Technologies, Inc. A ideia é simples. Você faz o upload de uma imagem em JPEG pela internet (ou pelo aplicativo disponível para iPhone) e o serviço realiza um total de seis testes para determinar se houve alteração ou não na fotografia. Depois da análise ele aplica uma classificação de confiança para a imagem. Segundo os desenvolvedores, o programa possui um banco de dados sobre como as diversas marcas de câmera geram uma imagem e através desta comparação é possível descobrir se a imagem foi alterada ou não. As imagens avaliadas no serviço Free ficam armazenadas por seis meses e geram um link para serem compartilhadas em redes sociais. Você pode escolher apagar a imagem manualmente. A Fourandsix Technologies, Inc está desenvolvendo uma API para site de terceiros (sites de seguradoras ou para mídias sociais) com uma versão paga do aplicativo.

O problema, e sempre existe um problema, é que o serviço parece funcionar apenas se você já fez a foto em JPEG na sua câmera. Arquivos RAW que foram convertidos em JPEG sempre são acusados como se já tivessem sofrido alterações.

izitru

Ou seja, não encontrei muita utilidade para a coisa, mas para quem fotografa em JPEG pode ser uma boa.

Fonte: Dpreview.

Leia mais sobre: .

relacionados


Comentários