Meio Bit » Arquivos » Fotografia » FlashQ — um radio flash feito pela Apple — ou não

FlashQ — um radio flash feito pela Apple — ou não

Que tal investir em um rádio flash estiloso para a sua câmera mirrorless ou compacta avançada? Isso é o que o FlashQ promete para quem topar financiar a aventura.

07/05/2014 às 13:40

flashQ_branco

Desculpem, mas não resisti a fazer a piada do título. Mas, vocês devem concordar comigo que esse novo radio flash tem tudo a ver com o design mais clean da Apple. O flashQ está sendo oferecido dentro de um destes sites de financiamento coletivo, no caso o Indiegogo. A ideia é simples e nada revolucionária. O que temos aqui é um rádio flash. Esses pequenos aparelhos já existem nos mais diversos formatos, modelos e preços. A função deles é disparar um flash fora da sapata da câmera, de forma remota. Nem precisamos falar dos benefícios positivos de se utilizar o flash fora da câmera (mas, se você não sabe então veja aqui nosso pequeno texto de introdução ao strobist), mas é preciso um pouco de prática e conhecimento de luz para trabalhar dessa forma. Ainda mais que o FlashQ não é um sistema TTL.

Se o FlashQ não apresenta nenhuma novidade do ponto de vista técnico, então qual o atrativo para o financiamento coletivo? Os desenvolvedores estão vendendo o aparelho como o companheiro ideal para sua câmera compacta ou mirrorless (desde que ela tenha sapata hot shoe para flash). O destaque do equipamento é, sem dúvida, o design e o tamanho diminuto. Tanto o receptor quanto o transmissor são bem pequenos e com os mínimos controles necessários. O FlashQ trabalha com o sistema de emissão radioelétrico e um transmissor pode controlar até 8 receptores. Para facilitar a vida do usuário, a escolha de canais é feita de maneira automática. É só plugar, ligar e utilizar. Além de fazer o disparo de um flash compacto, o aparelho também possui conexão para contato PC, facilitando a utilização com flash de estúdio ou com flash compacto que tenha a entrada. O FlashQ é alimentado com uma pequena bateria CR2302 que, segundo os projetistas, garante mais de 100 mil disparos, ou 180 dias em Stand By.

Só lembrando que trabalhar com flash manual não é tão fácil como no vídeo demonstrativo do proturo. Precisa entender de potência do flash e fotometria. Se bem que vai ser um incentivo para os fotógrafos iniciantes aprenderem sobre esses aspectos técnicos tão importantes.

O projeto todo foi orçado em US$ 25.000,00 para entrar em produção. Hoje eles já arrecadaram US$ 29.959,00. Ou seja, já tem dinheiro suficiente para as primeiras unidades saírem da fábrica. O prazo para contribuição acaba no dia 18 de maio. Quem contribuir com US$ 39,00 vai levar para casa um transmissor e um receptor. Quem aplicar US$ 55,00 leva um transmissor e dois receptores. Existem várias opções de cores e, já que se trata de um radioflash manual, a compatibilidade deve ser total com todas as marcas de câmeras.

Vejam abaixo o vídeo explicativo e se assustem (assim como eu) com o ânimo da narradora.

LightPixLabs — FlashQ: The Little Cube for Flash Photography

relacionados


Comentários