Meio Bit » Baú » Games » Agora você pode imprimir seu próprio joystick

Agora você pode imprimir seu próprio joystick

Estudantes da Stanford University desenvolvem acessório para impressora 3D que permite a impressão de circuitos elétricos e para demonstrar sua funcionalidade, eles criaram um controle de videogame.

30/04/2014 às 8:30

rabbit-proto

Muitos defendem a ideia de que as impressoras 3D são o futuro, o bacon, a salvação da humanidade, mas se você ainda não se convenceu de que estas máquinas poderão tornar nossas vidas muito melhores ao serem utilizadas para criar armas, órgãos e até casas, um grupo de estudantes da Stanford University acaba de propor uma utilização mais útil para elas, imprimir controles de videogames.

Ao saber disso, a maioria das pessoas deve pensar apenas na carcaça desses acessórios, mas apesar da Rabbit Proto também fazer isso, o seu grande diferencial é a capacidade de imprimir os circuitos elétricos, permitindo que qualquer um possa dar vida a seus próprios joysticks.

O nosso projeto permite que impressoras 3D depositem material condutor, junto com o plástico tradicional,” explicou Alex Jais, um dos três mentores do projeto. “O material condutor pode ser incorporado no modelo 3D e impresso no mesmo processo de impressão 3D.

Na verdade, a criação do grupo não é uma impressora em si, mas um acessório para ser utilizado em impressoras do tipo RepRap, aquelas capazes de imprimir seus próprios componentes e como tais aparelhos possuem código aberto, algumas pessoas conseguem fazer modificações e adições como esta.

Embora os estudantes mereçam todos os elogios pela iniciativa, a ideia não é inédita, afinal os australianos da Cartesian Co. financiaram há alguns meses algo parecido, uma impressora capaz de jogar tinta condutora em diversos materiais, podendo gerar placas de circuitos até mesmo em roupas.

Atualmente em período de pré-venda, o Rabbit Proto pode ser adquirido por US$ 350 e quem estiver interessado em comprar um conjunto totalmente funcional, precisará investir US$ 2.499, um valor bem alto se estiver pensando apenas em criar um controle para uso próprio, mas se você possui um empresa que cria produtos que utilizam circuitos elétricos e precisa criar protótipos, esta pode ser uma excelente ferramenta.

Fonte: Computerworld.

relacionados


Comentários