Meio Bit » Arquivos » Games » Políticos suecos medirão força no StarCraft II

Políticos suecos medirão força no StarCraft II

Prestes a passar por uma eleição, a Suécia organizará nos próximos dias um torneio onde vários políticos duelarão para descobrir qual deles é o melhor jogador de StarCraft II. Igualzinho no Brasil, não é mesmo?

16/04/2014 às 8:30

starcraft-2

No próximos dias a Suécia passará por um novo processo eleitoral e para mostrar ao mundo que o país possui muito mais do que apenas o prêmio Nobel e mulheres bonitas, eles resolveram submeter seus políticos a um confronto no mínimo inusitado.

Ao invés de colocar os malas candidatos para se encontrarem na televisão, naqueles debates extremamente chatos e com discursos decorados, Jonathan Rieder Lundkvist teve a ideia de criar o Politikerstarcraft, um torneio que visa descobrir qual deles é o melhor jogador de StarCraft II.

Sendo um dos membros do Partido Pirata, aquele cuja preocupação é a censura na web, questões relacionadas a direitos autorais e reforma de patentes, o próprio autor da proposta está envolvido com a política e na verdade, a ideia aqui é passar aos participantes a importância dos eSports, além de aumentar o interesse dos jogadores pela política, sendo que outro evento semelhante já havia sido realizado na eleição passada.

Votar é importante e parece que nos esquecemos disso,” disse o organizador da disputa. “Isso é parte do porque criamos isso: mostrar aos políticos que o eSports é algo e lembrar à juventude que seus votos importam. Eles não devem desperdiçá-lo.

Para esta edição do torneio a promessa é que ele seja transmitido pela internet, contando até com uma dupla de comentaristas e para fazer o negócio pegar fogo logo no começo, eles pretendem colocar para duelar no primeiro round justamente aqueles que possuem ideologias diferentes.

O próprio Lundkvist admite que ter os grandes figurões seja quase impossível, mas talvez isso seja o menos importante nesta história. É claro que ninguém construirá um mundo melhor jogando StarCraft II, mas o evento serve para mostrar o quão na frente do resto de boa parte do planeta os suecos estão, se não em termos de política, ao menos em se tratando de civilidade. Ou vai me dizer que você acha que uma partida entre situação e oposição aqui no Brasil terminaria bem?

Fonte: The Verge.

relacionados


Comentários