Meio Bit » Baú » Games » Para criador do Oculus Rift, TVs desaparecerão em algumas décadas

Para criador do Oculus Rift, TVs desaparecerão em algumas décadas

Para um dos fundadores da Oculus VR, em algumas décadas as TVs se tornarão inviáveis e o principal responsável por isso serão os dispositivos de realidade virtual, que custarão menos e poderão ser levados para qualquer lugar.

15/04/2014 às 13:00

oculus-rift

Uma coisa que tem sido bem interessante de acompanhar na indústria de games nos últimos meses é o duelo entre aqueles que estão apostando todas as usas fichas na realidade virtual, e os que permanecem céticos, se muito esperando para ver o quanto a tecnologia será capaz de vender.

Do lado da Oculus VR, empresa que investiu primeiro nesta nova fase da RV, é óbvio que a empolgação está nas alturas, principalmente depois deles terem vendido sua criação para o Facebook e diante do caminho tão promissor que se abriu por causa disso, um dos fundadores da companhia, Palmer Luckey, deu uma declaração que deverá causar uma bela polêmica.

Porque diabos você deveria comprar uma TV de 60 polegadas que, mesmo que fossem muito baratas, o transporte e a matéria prima ainda custariam muito? Um dispositivo de realidade virtual será muito melhor e muito mais barato e você poderá levá-lo a qualquer lugar.

É tudo uma questão de o quão boa a realidade virtual será… Eventualmente ela será boa o suficiente – algum dia, será tão boa quanto ou bem próxima da vida real. Se quiser simular estar sentado em uma sala assistindo TV, você poderá fazer isso.

O bom é que o próprio Luckey deu a resposta para sua pergunta. Eu não me canso de dizer que a primeira vez que testei um dispositivo assim foi lá por volta de 1997 e se na época o negócio parecia que iria revolucionar os games, acabou ficando apenas nisso, uma promessa.

Por mais que a tecnologia tenha evoluído bastante desde então, os HMDs ainda nem começaram* a ser vendidos e por isso não há como termos certeza sobre sua popularização. Ter um aparelho que nos permita uma imersão tão grande é algo fantástico? Sem dúvida alguma, porém, será que todos estarão dispostos a ficar com um trambolho desses pendurado na cabeça?

Hoje mesmo temos muitos jogadores que preferem jogar nos consoles justamente para poderem se sentar confortavelmente em suas salas e por isso acho que as TVs ainda terão uma longa vida pela frente. As vantagens citadas pelo executivo são relevantes, não nego isso, contudo, eu não consigo imaginar um futuro onde todos consumirão seus jogos, filmes e séries apenas através de um HMD e no fundo, acho que nem quero que isso aconteça.

*Foi divulgado que 85 mil unidades do Oculus Rift já foram vendidas para desenvolvedores, um número bastante impressionante se considerarmos que o grande público ainda não tem acesso ao produto.

Fonte: Polygon.

Leia mais sobre: , , .

relacionados


Comentários