Meio Bit » Arquivos » Games » Criadores cogitam lançar o Bravely Default em outras plataformas

Criadores cogitam lançar o Bravely Default em outras plataformas

Depois de ser muito elogiado por quem o jogou no 3DS, os criadores do Bravely Default revelam que estão estudando a possibilidade de levar o RPG para outras plataformas.

26/03/2014 às 10:00

Bravely-Default

Algumas pessoas não entendem quando digo isso, mas eu não sou contra os jogos exclusivos. Muitas vezes isso é necessário para que um estúdio consiga o financiamento do projeto e da parte das fabricantes, é sempre bom ter um título que só será lançado para seu videogame. Contudo, eu também lamento muito quando algo que eu adoraria jogar sai apenas para um aparelho que não possuo.

O caso mais recente neste sentido foi o Bravely Default. Desenvolvido pela Silicon Studio em conjunto com a Square Enix e tendo aparecido apenas no 3DS, o RPG tem sido extremamente elogiado por quase todos que tiveram a oportunidade de jogá-lo e para muitos, ele representa o caminho que a série Final Fantasy deveria ter seguido.

A boa notícia para quem não possui o portátil da Nintendo é que o estúdio não descarta a possibilidade dele migrar para outras plataformas, o que seria bom também para os criadores, já que as vendas poderiam aumentar consideravelmente.

Poderemos expandir no futuro, mas não temos um plano claro ainda. Estamos conversando sobre isso, talvez usar outros dispositivos, mas não temos um plano por enquanto,” afirmou Takehiko Terada, presidente da Silicon Studio, que vale dizer, é uma das empresas que já está trabalhando com o Project Morpheus, da Sony.

O executivo falou também sobre os outros projetos da desenvolvedora, quando esperam poder criar algo mais realista, possivelmente através de outra parceria com a Square, mas para mim, o que eu realmente gostaria de ver era esse Bravely Default em outras plataformas. O problema é que embora o Vita pareça a escolha óbvia, meu medo é que eles resolvam lançar o jogo para tablets e smartphones e se for isso o que irá acontecer, melhor deixar como está.

Fonte: CVG.

Leia mais sobre: , .

relacionados


Comentários