Meio Bit » Arquivos » Games » Xbox One chegará ao Japão e mais 25 países somente em setembro

Xbox One chegará ao Japão e mais 25 países somente em setembro

Microsoft atrasa ainda mais lançamento do Xbox One em outros países: Japão e mais 25 nações receberão o novo console somente em setembro

18/03/2014 às 16:00

xbox-one-titanfall-tgs-2013

A Microsoft tem certa razão em concentrar os esforços de vendas do Xbox One em mercados onde ele se saia bem, como Reino Unido e Brasil, mas é fato que há uma boa leva de países que ainda não recebeu o novo console da empresa. Já haviam sido publicados informes dizendo que alguns países do leste asiático só seriam contemplados no fim de 2014, o que poderia levar a até um ano de diferença entre a data de lançamento original. Curioso notar que outrora esse era o cenário reservado ao Brasil se não pior. Das três fabricantes de consoles, a única que faz pouco caso de nosso mercado é a Nintendo, como ela já demonstrou aqui e aqui.

Fato é que a Microsoft não tem muita pressa em introduzir seu console em novos países, por isso acabou por adiar novamente a data de lançamento: previsto para abril, a data acaba de lançamento em 26 países foi anunciada apenas para setembro. Os países "contemplados" foram Argentina, Bélgica, Chile, Colômbia, República Tcheca, Dinamarca, Finlândia, Grécia, Hungria, Índia, Israel, Coreia do Sul, Holanda, Noruega, Polônia, Portugal, Rússia, Arábia Saudita, Eslováquia, Singapura, Suécia, Suíça, Turquia e Emirados Árabes e... Japão.

Ainda que o mercado nipônico seja de certa forma crítico para videogames, a bem da verdade há motivos para essa atitude da Microsoft. Nintendo e Sony, por serem empresas japonesas vendem relativamente bem em sua terra (a crise bateu forte por lá, vendas gerais tem caído como um todo), algo que Redmond nunca experimentou desde o Xbox clássico. A resistência nipônica é devido dois fatores: primeiro e mais óbvio, o japonês prefere um produto nacional a um de uma empresa estrangeira. Isso é tão verdade que mesmo a Apple demorou pacas para conseguir que o iPhone emplacasse por lá, mas os aparelhos flip japoneses (os filhotes da Síndrome de Galápagos) ainda vendem muito bem. O segundo é o estigma que a plataforma carrega: o de videogame de otakus. Esses e outros fatores contribuíram para a participação do 360 no Japão ser menos do que pífia, para não dizer praticamente inexistente.

Talvez por isso a Microsoft não tem tanta pressa em lançar o Xbox One por lá, principalmente por não ter uma lineup atraente para o gamer japonês. Keiji Inafune chegou a defender o atraso do lançamento do console no Japão, se isso for aliado a uma estratégia que permita um melhor desempenho da Microsoft do que nas vezes anteriores. É importante notar que mesmo o PS4 não foi tão bem de vendas por lá, na última semana o número de unidades vendidas quase empatou com o PS Vita, que foi impulsionado pelo lançamento de Soul Sacrifice Delta. A Microsoft precisa pensar minuciosamente como introduzir o Xbox One no Japão de modo a não fazê-lo naufragar tal qual seus antecessores, e se dez meses de atraso são necessários para isso, que seja. O único porém é perder a janela da concorrência, pois até lá quem queria um PS4 e poderia ser convencido a comprar o concorrente já fez sua escolha.

Fonte: Xbox.

relacionados


Comentários