Meio Bit » Baú » Indústria » Office para iPad pode ser anunciado já na próxima semana

Office para iPad pode ser anunciado já na próxima semana

Office para iPad pode ser finalmente anunciado em evento que será realizado no dia 27 de março, apresentado pelo CEO da Microsoft Satya Nadella

18/03/2014 às 15:30

office-ipad

A Apple de fato conseguiu incomodar bastante a Microsoft quando ela anunciou que o iWork, sua suíte própria de aplicações para escritório seria disponibilizada de graça para todos os novos donos de iGadgets e Macs a partir de 1º de outubro passado. Apesar do Office ser mais popular e melhor, é impensável que ela venha a oferecer o pacote de graça ou mesmo por um valor mais amistoso.

Redmond estava desenvolvendo uma versão do Office para iOS (especialmente iPad), só que a ordem interna era dar preferência ao Windows RT: mesmo com o desenvolvimento mais adiantado a versão Miramar (para iPad) seria posta na geladeira até a versão Gemini (RT) ser lançada. Essa era a orientação vinda do então CEO da Microsoft, Steve Ballmer.

Só que Ballmer deu adeus, Satya Nadella assumiu e o conselho da Microsoft está desesperado para fazer dinheiro rápido, o que leva a algumas ideias absurdas. Dentre as mais moderadas está o desejo de flexibilizar o Office, deixando de dar prioridade ao PC/Windows RT e permitir que a suíte esteja presente em definitivo no iOS, Android e Mac.

O que nos leva a um evento que será realizado na próxima quinta-feira em San Francisco, uma coletiva de imprensa conduzida por Nadella cujo tema é “intersecção entre nuvem e computação móvel”. Segundo a jornalista Mary Jo Foley, tudo leva a crer que o próprio CEO irá anunciar o Office para iPad, num evento que será realizado uma semana antes da Conferência BUILD, onde esperam-se novidades acerca do Windows Phone 8 e até mesmo de uma nova versão de seu SO.

Segundo informes o Office de iPad contará apenas com quatro apps: Word, Excel, PowerPoint e OneNote; o estranho neste caso é que o último app já foi lançado gratuitamente. E semelhante ao que já ocorre com o Office Mobile para iPhone e Android, a suíte exigiria uma assinatura do Office 365 para utilizar o compartilhamento entre plataformas, algo que o iWork já faz – de graça.

A pergunta de 209 reais anuais (ou R$ 189, no caso da Personal) é: para um usuário de iPad vai valer a pena pagar para utilizar algo que mesmo de forma mais limitada o iWork faça? Veja bem, todos sabem que o Office é melhor, mas entre pagar uma boa quantia e ganhar o pacote de graça há uma diferença gritante, e a Microsoft vai ter que suar a camisa para convencer esses consumidores a abrir a carteira.

Fonte: ZDNet.

relacionados


Comentários