Meio Bit » Baú » Games » Nova geração está mirando nos jogadores mais maduros

Nova geração está mirando nos jogadores mais maduros

Empresa constata que desenvolvedoras estão investindo mais na criação de games voltados para um público mais velho e levanta a questão: será que as crianças perderão a oportunidade de jogar títulos adequados à sua idade?

17/03/2014 às 8:30

heavy-rain

Eu sempre gostei de ver o lançamento do Wii com bons olhos, pois foi graças a ele que muitas pessoas começaram a se interessar por videogames. Porém, para algumas pessoas a excessiva atenção dada aos jogos com mecânicas mais simples incomodava e a situação só piorou quando Sony e Microsoft lançaram acessórios que aparentemente também explorariam esse mercado casual.

Impulsionada pela crescente popularidade dos games para dispositivos móveis, parecia que uma tendência havia se formado e que ela ganharia mais força com a chegada da nova geração, mas de acordo com um levantamento feito pela EEDAR, não é isso o que está acontecendo.

Considerando os títulos lançados nos três primeiros meses dos consoles, a empresa de pesquisa de mercado descobriu que aqueles voltados para um público adulto cresceu consideravelmente, subindo de 8 para 17% quando se trata da dupla PS3 e PS4, mas com o aumento tendo sido registrado também no Xbox One e até mesmo no Wii U.

Talvez não devamos considerar que os games para maiores de 10 anos estejam mortos, mas apenas os jogos de esportes tem sido classificados como E10+,” declarou Geoffrey Zatkin, presidente da EEDAR. “Se você olhar para como mudou do PS3 para o PS4, verá que este possui apenas metade do número de jogos classificados como Livres […] Elas [as empresas] dobraram a quantidade de jogos com o selo Mature e nós não costumamos ver uma mudança tão radical. Elas estão redefinindo qual é seu mercado quando miram sabiamente no seu público alvo. De alguma maneira estão deixando de forma bastante dramática um público abaixo de 10 anos, buscando um público mais velho.”

ps3-ps4

O motivo para isso está claramente na constatação de que no geral os jogadores estão envelhecendo, tornando-se pessoas que possuem mais autonomia para investir nos games e de acordo com a empresa, um dos fatores que confirmam isso é a quantidade de DLCs que as desenvolvedoras tem lançado.

Mesmo sendo alguém com tendência a consumir mais esses jogos voltados para jogadores mais velhos, em partes vejo um certo problema nessa falta de interesse nos menores, pois temo que com isso a indústria acabe perdendo uma nova geração ou pior, “forçando” que ela tenha contato muito cedo com jogos que não seriam recomendados para ela.

É verdade que na época em que eu era moleque eu jogava qualquer coisa, até porque não existia essa classificação etária de hoje em dia, mas há de se considerar também que a realidade mostrada nos jogos aumentou muito e por isso não gostaria de ver as crianças sem a oportunidade de ter contato com títulos que seriam mais adequados à sua idade.

Fonte: GamesIndustry.

Leia mais sobre: , , .

relacionados


Comentários