Meio Bit » Baú » Hardware » Apple quer que Samsung pague US$ 40 por aparelho vendido por licenciamento de patentes

Apple quer que Samsung pague US$ 40 por aparelho vendido por licenciamento de patentes

Em mais um capítulo da batalha Apple vs. Samsung, a empresa da maçã quer que a coreana pague US$ 40 por aparelho vendido para abranger cinco patentes

12/03/2014 às 12:30

apple-samsung-trial

E a briga entre Apple e Samsung continua. Atualmente a empresa coreana já deve à Cupertino US$ 930 milhões, depois da redução de valor dos originais US$ 1,05 bilhão pois a Samsung reclamou que o valor era absurdo. A juíza Lucy Koh corrigiu o valor mas não muito, mas por outro lado não acatou o pedido da Apple de banir os aparelhos envolvidos no litígio do mercado norte-americano.

Este caso está encerrado e a Samsung não pode fazer nada a não ser pagar. Só que existem outros processos em curso, já que toda vez que a Sammy lança um Galaxy novo a Apple entra na justiça reclamando de patentes. A diferença é que em 2013 Koh mandou a empresa catar coquinho e não incluiu o Galaxy S4. A próxima etapa iniciar-se-á em 31 de março e tratará de aparelhos mais recentes como o Galaxy S3 e o Note 2, além do que a Apple deverá calcular uma medida dos danos causados pela Samsung. E ela resolveu chutar alto: de acordo com o FOSS Patents, a Apple quer que a empresa coreana pague US$ 40 por cada aparelho que ela vender, seja smartphone ou tablet, por royalties relativos a cinco patentes. A informação vem de uma transcrição de uma ação que deu entrada no distrito da Carolina do Norte no dia 23 de janeiro.

De acordo com o processo, as patentes infringidas pela Samsung são as mesmas de sempre e que todo smartphone possui: sistema de buscas unificadas, realizar uma ligação ao pressionar um contato, Slide to Unlock, Autocompletar e sincronização de dados. A Apple fixou um alor de US$ 8 por patente, muito mais do que ela pedia no início do litígio, que eram 30 dólares/aparelho por todo um portfólio de patentes. Isso tornaria essa cinco patentes as mais caras da história em teoria; na prática sabemos que não é assim.

A Apple inclusive sugere o que a Samsung deveria fazer para pagar esse valor por cada aparelho: incluí-lo no valor final do produto, o que repassaria a conta obviamente para o consumidor e encareceria todo o portfólio da empresa coreana, tornando-os menos atraentes e em última análise favoreceria os próprios produtos da Apple (é bom lembrar que os aparelhos top da linha Galaxy são muitas coisas, mas baratos não é uma delas).

A bem da verdade é que ambas as empresas não querem dar o braço a torcer, e como Cupertino detém as patentes ela fará de tudo para quebrar as duas pernas da Samsung, sendo ela parceira de negócios ou não. Como não houve acordo entre as duas a briga será levada até as últimas consequências, e como a Apple está em casa de certa forma ela tem vantagem. A sorte da Samsung é que a juíza Koh tem pulso firme e já mandou ambas pastarem com exigências absurdas principalmente vindas de Cupertino, portanto pode ser que ela não acate mais essa, embora não dá para ter certeza.

Fonte: FP.

relacionados


Comentários