Meio Bit » Arquivos » Games » Investidor pede que Nintendo invista em microtransações

Investidor pede que Nintendo invista em microtransações

Preocupado com a situação da Nintendo nos últimos meses, investidor manda carta para Satoru Iwata pedindo que eles lancem jogos gratuitos baseados em microtransações e mostra porque os donos do dinheiro não costumam entender nada de game design.

28/02/2014 às 8:30

mario

Muitas vezes dizemos que as empresas de games estão tomando decisões equivocadas, comprometendo a qualidade de seus jogos apenas para ganhar um pouco mais de dinheiro, mas veja só o caso de Seth Fischer, fundador da Oasis Management e um dos investidores da Nintendo.

Insatisfeito com a situação da companhia japonesa, o executivo mandou uma carta para Satoru Iwata e nela deixou bastante claro que ele pode entender de muitas coisas, mas não de videogames.

Acreditamos que com a equipe correta de desenvolvimento, a Nintendo pode criar jogos altamente lucrativos baseados no modelo de revenda in-game. Apenas pense em ter que pagar 99 centavos para ter o Mario pulando um pouco mais alto. Para se manter relevante, a Nintendo precisa abraçar essa mudança temática na demanda do consumidor, seu comportamento e expectativa.

Sendo esta a segunda vez que Fischer envia uma carta para a alta direção da BigN pedindo algo parecido, a fabricante respondeu que considera pedidos individuais separadamente, mas que não achavam que atenderiam a solicitação.

Tendo fechado os últimos três anos no vermelho, acho que todos concordam que a Nintendo precisa fazer algo para se recuperar e mesmo com as declarações de vários executivos de que eles estão estudando uma maneira de utilizar os dispositivos móveis para incrementar os ganhos, me parece evidente que oferecer jogos onde o dinheiro real influencie tanto na experiência não é a melhor saída.

De todas as qualidades que a empresa japonesa possui, a atenção à jogabilidade é provavelmente aquela por qual a Nintendo é mais respeitada e se eles resolverem entrar nessa onda de pay-to-win, acho que estarão caminhando por uma estrada perigosa demais e mesmo imaginando que o Sr. Fischer tenha sido apenas infeliz em seu exemplo, ele serve para termos uma ideia do que os donos do dinheiro pensam sobre os games.

Fonte: Reuters.

relacionados


Comentários