Meio Bit » Baú » Fotografia » Canon - fim das compactas baratas

Canon - fim das compactas baratas

Canon sai na frente é a primeira grande empresa do ramo da fotografia a abandonar o barco das câmeras fotográficas compactas mais baratas.

25/02/2014 às 15:21

Acho que isso não é surpresa para ninguém, afinal de contas, a história está caminhando para isso. A qualidade da imagem entregue pelos Smartphones, e todas as possibilidades de conectividade, estão levando para o buraco o mercado de câmeras fotográficas point-and-shot. E não estou falando só dos Smartphones top de linha, pois até os celulares mais baratos já produzem imagens que vão ao encontro das necessidades da maioria dos usuários comuns. Então, os motivos para ter uma câmera compacta estão cada vez mais escassos. E não digo apenas compactas, pois no ano passado, pela primeira vez na história da fotografia digital, até as câmeras DSLR tiveram queda em suas vendas. Todos os analistas são unanimes em apontar que o motivo é a evolução da qualidade de imagem dos celulares top de linha.

cameras_canon

Então, um caminho mais seguro é que as câmeras compactas mais simples venham a desaparecer. A Olympus já tomou essa decisão desde maio do ano passado, mas não sentimos tanto, pois as câmeras eram horríveis (essa não é apenas minha opinião). Mesmo passando por uma crise, Nikon já avisou que não vai desistir das câmeras compactas. Segundo esta entrevista no Dpreview, eles acreditam que ao colocar mais opções de conectividade em suas câmeras é possível que elas voltem a ser relevantes no mercado. Isso é estranho vindo da empresa que até hoje não coloca conexão Wi-Fi em seus principais equipamentos, fazendo com que seus usuários tenham que comprar um adaptador externo. Mas, voltando ao assunto, eu acho que a Nikon está nadando contra a correnteza e essa pode ser uma aposta perigosa. Porém, não vejo muitas alternativas para eles, pois a maior parte de seu faturamento vem da venda de câmeras fotográficas. Outras empresas, como a Canon, possuem outros negócios e divisões, o que faz o impacto da queda da venda de câmeras um pouco menor.

Mas, é justamente a Canon que sai na frente e decreta o fim das câmeras compactas mais baratas. Segundo artigo da Nikkan Kogyo, a Canon decidiu pular fora do segmento e abandonar a produção de câmeras compactas com valores inferiores a US$ 200,00. As grandes empresas bem que tentaram trazer de volta os consumidores com câmeras cheias de perfumarias, e coisas até bizarras, mas não deu certo. É hora de abandonar o barco. O foco da empresa agora (olha o trocadilho) serão equipamentos avançados com alta qualidade de imagem e voltado para um público específico, que quer fazer uma fotografia mais trabalhada. De certa forma, é uma volta às origens, pois o foco das grandes empresas antes do digital eram os usuários mais exigentes que compravam lentes e câmeras reflex.

Mais um ciclo que vai se fechando na tecnologia. Nada dura para sempre, principalmente na Era Digital. Sinceramente, tenho convivido com câmeras compactas desde que comecei a dar aulas e a qualidade das point-and-shot mais simples sempre foi sofrível. Sensores pequenos, processamento interno básico e alta densidade de pixels. Até modelos mais novos são simplesmente horríveis. Do outro lado, nos últimos 3 anos, alguns celulares estão conseguindo a façanha de entregar imagens interessantes, principalmente por conta do processamento interno caprichado. Eu tenho um celular Samsung que não é top de linha e prefiro a imagem dele do que da compacta Sony que tenho. Agora é aguardar que a indústria se reorganize e volte para patamares normais. Será que a bolha vai finalmente estourar?

Fonte: Petapixel

relacionados


Comentários