Meio Bit » Baú » Hardware » MWC 2014: LG apresenta F70 e F90, dois aparelhos de entrada com 4G

MWC 2014: LG apresenta F70 e F90, dois aparelhos de entrada com 4G

LG leva o 4G LTE ao mercado de dispositivos Android de entrada com dois novos modelos, os smartphones F70 e F90

25/02/2014 às 16:30

lg-f70-001

Como a LG resolveu queimar a largada da MWC 2014 anunciando uma penca de novos produtos semana passada, como o top de linha G Pro 2, a linha de entrada L III e o modesto G2 Mini, muitos pensaram que não sobraria grande coisa para ela revelar. Entretanto ela ainda tinha uma carta interessante na manga: ela revelou dois novos aparelhos de entrada, o F70 e o F90, que apesar de baratos contam com conectividade 4G.

O F70 é o modelo menor que conta com um SoC Snapdragon 400, quad-core com clock de 1,2 GHz. O display é um IPS de 4,5 polegadas com resolução de WVGA, apenas 800 x 480 pixels (207 ppi) e o aparelho possui 1 GB de RAM. O aparelho possui 4 GB de espaço interno e entrada para Micro-SD, além de câmera principal de 5 megapixels e frontal VGA e conexões Wi-Fi, GPS, Bluetooth 4.0 e claro, 4G/LTE.

lg-f70-002

Já o F90 é maior, com display de 4,7" com resolução qHD (960 x 540 pixels, 234 ppi) e também é squipado com um SoC Snapdragon 400, entretanto ele só possui 512 MB de RAM, o que chega a ser estranho. A câmera traseira possui 8 MP e a frontal também é VGA, e o aparelho possui as mesmas capacidades de conexão do F70, incluindo LTE. Ambos modelos rodam Android 4.4 KitKat.

Apesar de possuírem botões físicos na parte da frente, ambos aparelhos contam com o recurso Knock Code, introduzido no G Pro 2: o usuário pode relacionar uma combinação de toques na tela de diversas formas para desbloquear o aparelho. A LG afirma que o método é mais seguro que o Touch ID da Apple já que proporciona até 86.367 combinações de toques diferentes. Abaixo uma demonstração:

A LG não revelou preços ou quando os aparelhos serão lançados, mas é interessante ver que as fabricantes estão atentas à expansão do 4G; em breve dispositivos de entrada com conexão de alta velocidade poderão deixar de ser exceção e se tornar regra.

Fonte: PA, aqui e aqui.

relacionados


Comentários