Meio Bit » Arquivos » Hardware » MWC 2014: Qualcomm e Microsoft vão oferecer design de referência do Windows Phone a fabricantes

MWC 2014: Qualcomm e Microsoft vão oferecer design de referência do Windows Phone a fabricantes

Microsoft e Qualcomm pretendem aumentar o número de Windows Phones de entrada no mercado oferecendo design de referência e ferramentas aos fabricantes

24/02/2014 às 13:30

windows-phone-reference

O Windows Phone é atualmente o terceiro player no mercado de sistemas operacionais mobile; ainda que coma poeira do Android e iOS ela tomou o lugar da BlackBerry com os aparelhos da linha Lumia, que mesmo indo do barato Lumia 520 ao top 1520 mantem qualidade dos dispositivos, aliada à excelência e hardware da Nokia. Agora ela está expandido seu alcance, reforçando antigas parcerias e formando novas, já que a LG vai voltar a trabalhar com o Windows Phone e a Lenovo também entrou na brincadeira (e esses smartphones podem em breve ser fabricados por aqui).

E a Microsoft aliada à Qualcomm pretendem facilitar ainda mais a vida de seus atuais e futuros parceiros, que demonstrem interesse em trabalhar com o sistema: ela vai oferecer um design de referência suprindo o hardware base dos dispositivos, além do software otimizado e até mesmo ferramentas de desenvolvimento. Tudo o que é necessário para permitir a fabricantes grandes e pequenos produzirem aparelhos de qualidade e rapidamente.

O VP de marketing da Qualcomm Tim McDonough disse que "será muito mais fácil trazer novos dispositivos ao mercado porque as companhias poderão alavancar sua expertise". Embora o design permita que qualquer aparelho seja construído, McDonough deixou claro que o foco é em dispositivos de entrada, que virão equipados com o SoCs Snapdragon 200 ou 400. Pode não ser interessante para companhias grandes, mas fabricantes menores que desejam trabalhar com o sistema de Redmond podem ser beneficiadas com o programa. A Microsoft inclusive já colocou no ar um portal onde interessados podem se inscrever.

Pode ser que demore um pouco para vermos uma profusão de Windows Phones baratos no mercado, mas uma coisa que a Microsoft não faz é permitir que desenvolvam qualquer coisa para seu SO. Mesmo dispositivos mais fracos possuem boa performance e ao disponibilizar um hardware que deve ser seguido, ela fornece meios para mais parceiros entrarem no WP8 e ao mesmo tempo evita uma fragmentação descontrolada.

Fonte: GigaOM.

relacionados


Comentários