Meio Bit » Baú » Internet » Google Apps serão utilizados em escolas de São Caetano do Sul

Google Apps serão utilizados em escolas de São Caetano do Sul

Parceria com a prefeitura de São Caetano do Sul disponibilizará o pacote Google Apps for Education para 67 escolas, beneficiando cerca de 19 mil alunos

21/02/2014 às 15:30

google-apps-for-education

O Google e a Prefeitura de São Caetano do Sul firmaram nesta semana uma parceria que irá disponibilizar o pacote Google Apps for Education, que serão implantados em 67 escolas e beneficiarão 19 mil alunos e 1.500 professores do município. O acordo é o mesmo assinado pelo governador de São Paulo Geraldo Alckmin em novembro último, que disponibilizou o pacote em mais de cinco mil escolas estaduais, afetando mais de quatro milhões de estudantes e cerca de 300 mil professores e funcionários.

Os professores receberão treinamento do próprio Google de modo que já em 2015 a novidade esteja disponível aos alunos em caráter definitivo. O objetivo do Google é aumentar o acesso à tecnologia em todo o mundo, por isso investir em educação é essencial. Quando o programa estives de fato funcionando, alunos e professores poderão compartilhar entre si o conteúdo das aulas, exercícios, fotos e vídeos de modo a estimular o aprendizado e ao mesmo tempo fazer com que a criança se familiarize com as ferramentas do Google.

Segundo Milton Burgese, Diretor de Educação do Google Brasil o interesse partiu da Prefeitura de São Caetano, cidade que possui o maior IDH do país (0,862; segundo dados de julho) e que investe cerca de 35% de seu orçamento em educação. Ele disse ainda que o Google pretende expandir o plano para mais estados e municípios em breve, sem precisar datas ou locais e que a empresa está aberta a novas parcerias, basta que as partes demonstrem interesse.

Embora todos saibamos que de bonzinho o Google não tem nada, de minha parte qualquer programa que ajude a melhorar a educação brasileira, ainda que um pouquinho é bem-vindo, já que o nível educacional de nosso país é atualmente uma vergonha.

Fonte: Google.

relacionados


Comentários