Meio Bit » Arquivos » Games » Chroma, o híbrido entre música e FPS da Harmonix

Chroma, o híbrido entre música e FPS da Harmonix

Harmonix surpreende ao anunciar o Chroma, um título multiplayer que misturará FPS com jogos musicais. Será que gêneros tão diferentes conseguirão funcionar em conjunto?

18/02/2014 às 14:30

chroma

Existem certas desenvolvedoras que estão tão ligadas a um gênero, que mesmo quando tentam explorar outros estilos não conseguem fugir de suas raízes e uma que parece fazer parte deste grupo é a Harmonix.

Tendo feito toda sua história em torno dos jogos musicais, mais precisamente com as séries Rock Band e Dance Central, o estúdio revelou o seu próximo projeto e para a surpresa de todos, o game conhecido como Chroma será um mutiplayer gratuito para PC que misturará jogos de tiro em primeira pessoa com música.

As pessoas costumam brincar o tempo todo, dizendo que deveríamos fazer um FPS baseado em notas musicais. Bem, agora fizemos isso,” declarou o diretor de publicações, John Drake. “No passado os jogos musicais se tornaram simuladores, mas sentimos como se existisse muito mais para eles como componente de jogabilidade.

No jogo, as partidas acontecerão em um mundo onde cada jogador terá à sua disposição uma arma que emite feixes em vários tons e como cada personagem e arma emitirão notas diferentes, os membros de uma equipe poderão se unir, por exemplo, para tocar uma música improvisada.

Porém, o objetivo do jogo será o mesmo dos outros mata-matas online, que é eliminar os adversários, mas o seu grande diferencial estará na maneira como os ataques poderão ser intensificados caso acertemos longas sequências de notas.

Com seu desenvolvimento ainda em estágio inicial, confesso que não entendi muito bem como a mecânica funcionará, muito porque o trailer de divulgação não mostra trechos da jogabilidade, mas mesmo assim fiquei interessado pelo game, pois acho que ele poderá trazer alguma novidade, tanto aos jogos musicais, quanto aos FPSs.

Fonte: Gamesbeat.

Leia mais sobre: , , .

relacionados


Comentários