Meio Bit » Arquivos » Hardware » E adivinhe: Apple e Samsung não chegam a acordo para por fim à Guerra das Patentes

E adivinhe: Apple e Samsung não chegam a acordo para por fim à Guerra das Patentes

E lá vamos nós: Apple e Samsung não se entendem pela terceira vez e acordo para pôr fim à Guerra de Patentes entre as duas gigantes fracassa mais uma vez

14/02/2014 às 14:00

apple-vs-samsung

Apple e Samsung vivem um caso conjugal curioso: enquanto a Sammy possui excelência em fabricar componentes e tem Cupertino como um de seus principais consumidores de processadores (isso porque a TSMC não consegue dar conta do que a Apple quer), por outro lado ambas empresas só faltam se matar nos tribunais, com processos que envolvem patentes diversas: desde design, apps, recursos, funções, modos de operação, componentes e um sem número de outras coisas. No processo mais emblemático a Samsung se estrepou, sendo condenada a pagar US$ 1,05 bilhão à Apple em indenizações.

Um acordo seria benéfico para ambas empresas, pois evitariam o gasto astronômico com advogados, anos de stress nos tribunais e ainda livraria a juíza Lucy Koh desse imbróglio, já que ela não aguenta mais puxar a orelha de ambas empresas: na última semana ela pegou no pé dos advogados da Apple por causa do argumento ufanista de "defender o mercado norte-americano de empresas estrangeiras", mas Koh também negou à Samsung um novo julgamento.

Tentativas de resolver de forma amistosa esses problemas já foram feitas duas vezes em 2012, e em ambas os CEOs Tim Cook e Oh-Hyun Kwon não chegaram a um consenso. Há algumas semanas foi negociada uma terceira tentativa, de modo a por um fim nessa pendenga que pega mal para ambos os lados e só atrasa o desenvolvimento e breca a inovação.

Pois bem: o encontro entre Cook e o co-CEO da Samsung e líder do setor mobile JK Shin teria sido realizado na semana passada, e como todos esperávamos aconteceu o óbvio: não houve acordo. Nenhum dos dois deu o braço a torcer e a peleja será levada até as últimas consequências. Vários veículos sul-coreanos estão reportando que Shin não tem intenções de ir aos Estados Unidos no dia 19 (que seria a data agendada para o encontro), o que dá a entender que a conversa já ocorreu.

Realmente é uma pena. Ao invés de ambas tentarem costurar um acordo e acabarem com essa briga, o valor das verdinhas que as patentes rendem sempre fala mais alto. No fim das contas nessa briga para decidir quem estão certo ou errado nós perdemos, porque a possibilidade de inovar verdadeiramente no setor mobile fica limitada por patentes que registram meras ideias feitas de vapor, onde qualquer um define um "retângulo de cantos arredondados" ou "tecnologia para sincronizar arquivos na internet" sem apresentar produtos e o sistema de patentes norte-americano, esse sim o grande culpado aceita como inventos válidos.

Fonte: The Verge.

Leia mais sobre: , , , , , .

relacionados


Comentários