Meio Bit » Baú » Games » Produção do Call of Duty agora terá ciclo de três anos

Produção do Call of Duty agora terá ciclo de três anos

Activision revela que série Call of Duty passará a ser desenvolvida por três estúdio, sendo assim, Infinity Ward, Treyarch e a novata Sledgehammer Games terão três anos para criar suas respectivas versões.

07/02/2014 às 11:30

call-of-duty

É bastante comum vermos dois estúdios trabalhando alternadamente na criação de novos capítulos para franquias que recebem lançamentos anuais, mas provavelmente devido as criticas que recebeu pelas últimas edições do Call of Duty, a Activision resolveu ir além e anunciou que a partir de agora três desenvolvedoras ficarão responsáveis pela franquia.

Com isso, a Sledgehammer Games se junta a Infinity Ward e a Treyarch como principal responsável pela produção, com cada um dos estúdios passando a ter três anos para criar sua versão e o CEO da editora, Eric Hirshberg, explicou os motivos que os levaram a tomar tal decisão:

Existem várias vantagens em se fazer isso. A primeira claramente é a qualidade; isso dará aos designers mais tempo para imaginar e inovar em cada título. Ao mesmo tempo, isso dará aos nossos criadores de conteúdo mais foco em DLCs e micro DLCs, que como vocês sabem, se tornaram oportunidades de maiores lucros. Finalmente, isso dará às nossas equipes mais tempo para ajustes, tendo a certeza de que todas as vezes nós lançamos a melhor experiência possível para nossos fãs.

Caso não saiba, a Sledgehammer foi fundada em 2009 por Glen Schofield e Michael Condrey, respectivamente ex-gerente e ex-COO da Visceral Games, e o único jogo em que o estúdio trabalhou foi o Modern Warfare 3, onde ajudaram na sua criação e devido a sua escolha, serão eles que ficarão responsáveis pelo Call of Duty que sairá no final deste ano, com a Treyarch assinando o de 2015, a Infinity Ward o de 2016 e assim sucessivamente.

Acho a ideia interessante, mas fico imaginando o inferno que deverá ser gerenciar tudo isso, pois não tem como essas equipes trabalharem em suas versões sem terem um mínimo de conhecimento do que as outras estão fazendo, seja para evitar temas parecidos ou mesmo para tentar propor coisas novas. Além disso, por ser a primeira a lançar um game após o anúncio desta rotatividade, o pessoal da Sledgehammer está com uma enorme responsabilidade nas mãos e caso o CoD deste ano não venda bem, deverão ser atacados por todos os lados.

Fonte: Gamesbeat.

relacionados


Comentários