Meio Bit » Baú » Hardware » Polícia de Nova Iorque está fazendo testes com o Google Glass

Polícia de Nova Iorque está fazendo testes com o Google Glass

Policeman is watching you: agentes do Departamento de Polícia de Nova Iorque estão testando o quão útil é o Google Glass em suas rondas diárias

06/02/2014 às 12:30

police-google-glass

Nova Iorque é o tipo de cidade que assim como São Paulo ou Tóquio, você pensa que já viu de tudo até dar de cara com algo completamente inusitado. A última da Big Apple vem de seus defensores da lei: o Departamento de Polícia da cidade está avaliando se o Google Glass pode se tornar uma importante arma na lutas contra o crime.

Ao contrário do que muitos podem pensar, o Google não fechou um acordo com a polícia local. Assim como no caso do bombeiro que está desenvolvendo um app para o gadget que pode ajudar sua corporação, a polícia de Nova Iorque se inscreveu normalmente no programa Explorer, conseguiu alguns óculos e está experimentando a viabilidade deles. Em tempos de NSA, Snowden e cia. limitada o fato de um policial poder olhar para alguém com o Glass, acessar seus dados e identificá-lo como um ciadão de bem, um criminoso ou até mesmo um terrorista reforça ainda mais a preocupação da população acerca do vigilantismo.

E os policiais de Nova Iorque não são os únicos: o Departamento de Polícia de San Francisco também está vendo o Glass como uma importante ferramenta no combate ao crime. A chefe de informações Susan Merrit disse que estão ainda o testando, mas seu potencial mostra-se imenso. Os policiais da cidade já são equipados com smartphones Galaxy S4, que lhes permitem acessar o banco de dados da polícia rapidamente, permitindo expedir mandados e capturar mugshots dos suspeitos com rapidez.

Só que essa visão não é unânime. Vincent Cannistraro, ex-diretor do programa de inteligência do Conselho de Segurança Nacional dos Estados Unidos e que já trabalhou para a CIA diz que o uso do Glass por oficiais da lei e agências de inteligência é "questionável", talvez porque o Google está no meio fornecendo a tecnologia e coletando dados. porém se o gadget se mostrar minimamente útil e agilize a identificação de criminosos é bem provável que ele seja adotado, para a infelicidade dos que tem paranoia de estarem sendo vigiados a todo momento.

Fonte: VB.

relacionados


Comentários