Meio Bit » Baú » Games » Metal Gear Solid V: Ground Zeroes será um prólogo curto e caro

Metal Gear Solid V: Ground Zeroes será um prólogo curto e caro

Além de ser vendido separadamente, prólogo de Metal Gear Solid V: The Phantom Pain terá cerca de duas horas de duração e preço próximo de um jogo completo

05/02/2014 às 17:30

metal-gear-solid-v-ground-zeroes

Os fãs de Snake estão roendo as unhas sedentos para pousar suas mãos em Metal Gear Solid V: The Phantom Pain, o tão esperado jogo de mundo aberto de Hideo Kojima (que ficou meio chateado depois de ver o que a Rockstar fez com Grand Theft Auto V) que será lançado para PS3, PS4, Xbox 360 e Xbox One, porém sem data definida. Para aplacar a ansiedade a Konami vai lançar no próximo mês o prólogo da história na forma de um game separado, Metal Gear Solid V: Ground Zeroes para as mesmas plataformas.

Situado após os eventos de MGS: Peace Walker, o prólogo tentará arramar várias pontas soltas entre os games antigos e os novos já que a cronologia da série é uma salada que pouca gente consegue entender, além de atualizar a jogabilidade, a eterna preocupação de Kojima. Entretanto pode ser que os jogadores não se sintam satisfeitos com essa primeira dose e pior, ainda pagarão caro por ela.

A equipe da Game Informer testou uma versão de Ground Zeroes quase finalizada e teceu suas impressões na última edição de sua revista. A equipe conseguiu ir do início ao fim da campanha principal, sem realizar nenhuma sidequest em apenas duas horas. Para um prólogo é uma duração justa. Entretanto o preço do game não acompanha esse raciocínio: ele terá valores diversos, servindo como critério o fato de ser digital ou físico ou se é para um console da nova ou da antiga geração. As versões de PS3 e Xbox 360 custarão US$ 20 na forma digital e US$ 30 fisicamente; já para PS4 e Xbox One os valores sobem para US$ 30 e US$ 40 respectivamente.

Embora eu até entenda a diferença de valores entre consoles velhos e novos, algo que não é muito comum é cobrar a mais pela versão física. Ao menos na PSN os preços sempre foram equiparados, e dá a impressão que a Konami está punindo com dez dólares adicionais quem prefere ter a versão física. Já a duração do game é questionável. Como prólogo duas horas mais sidequests é aceitável, embora eu saiba que a fome dos fãs de Metal Gear não será aplacada tão facilmente. Porém se o preço do Ground Zeroes físico para consoles da nova geração chegou a valores próximos de um game completo, fico pensando se Phantom Pain não acabará sendo lançado por um valor acima da média.

Fonte: DT.

relacionados


Comentários