Meio Bit » Baú » Hardware » Apple pode retomar fabricação do iPhone 4 para abastecer países emergentes, Brasil incluso

Apple pode retomar fabricação do iPhone 4 para abastecer países emergentes, Brasil incluso

iPhone 4 foi descontinuado em 2013 mas continuou sendo vendido no Brasil, Índia e Indonésia; intenção é competir com Samsung na categoria modelos de entrada

05/02/2014 às 8:10

iphone-4

Quando foi lançado em 2010, o iPhone 4 representou um grande salto em relação ao seu antecessor 3GS. Novo design, tela retina, capacidade técnica que impressionou até Steve Jobs quando ele viu o demo de Infinity Blade… claro, tudo isso veio com o famoso Antennagate a tiracolo, mas no geral o aparelho foi um salto em qualidade e padrões para variar, todos da concorrência correram atrás.

Só que isso já tem quatro anos, os avanços tecnológicos seguem em frente e o iPhone 4 já está de bengalinha. Ele foi oficialmente descontinuado no lançamento do iPhone 5s e 5c no ano passado nos grandes mercados, mas curiosamente sua venda foi mantida em três países emergentes: Índia, Indonésia e claro, Brasil, onde ele ainda custa caro para o que oferece hoje.

Só que esses países possuem um perfil de usuário diferente, eles preferem celulares mais baratos e a Samsung, com seus trocentos aparelhos dos mais diversos form factors e preços vendem bem mais do que um aparelho da maçã. Tim Cook já deixou claro que não concorreria com o mercado de smartphones baratos pelo fato de a Apple não fabricar lixo, mas um modelo antigo que já amorteceu tudo o que podia e que ainda roda a última versão do iOS 7 (de forma capenga, mas o faz) é outra história.

Por isso não é tão estranha a informação de que a fabricação do iPhone 4 será retomada nesses três países para combater o mercado de aparelhos baratos à sua maneira. Na Índia ele receberia um desconto substancial, de 26,5 mil rúpias (cerca de R$ 1.022,00) para 15 mil (R$ 579). Já no Brasil ou duvido muito que ele sofra uma redução, até porque o parâmetro de aparelho barato é ele custar menos de mil reais, e a Apple cobra R$ 989,10 à vista.

Há quem diga que o iPhone 4 já deu tudo o que tinha que dar, e de certa forma concordo. Por outro lado alguns usuários ainda gostam dele mesmo sofrendo com o iOS 7, e o fato de ser um produto da Apple vendido por um valor supostamente menor pode dar uma bela dor de cabeça ao comer parte do mercado de aparelhos baratos da Samsung lá fora, pelo fato de ser um interessante modelo de entrada. Aqui, já não tenho tanta certeza disso.

Fonte: CNet.

relacionados


Comentários