Meio Bit » Baú » Games » Herdeiros de Hiroshi Yamauchi vendem parte de suas ações de volta à Nintendo

Herdeiros de Hiroshi Yamauchi vendem parte de suas ações de volta à Nintendo

Nintendo readquiriu 7,4% das ações da companhia ao custo de R$ 2,74 bilhões; herdeiros de Yamauchi venderam uma parte dos papéis para pagar impostos

04/02/2014 às 17:30

hiroshi-yamauchi

A Nintendo está tomando uma série de medidas de modo a contornar a enrascada em que se meteu devido vendas pífias do Wii U, o que acabou levando a mais um corte substancial nos salários do CEO Satoru Iwata, do produtor Shigeru Miyamoto e outros profissionais da empresa.

Uma dessas medidas foi concluída hoje, que foi a compra de 9,5 milhões de ações da companhia, que representam 7,4% do total. O valor total do negócio chegou a 114 bilhões de ienes, cerca de R$ 2,74 bilhões. Isso é importante para evitar que um único investidor compre uma grande quantidade de ações de uma vez, aproveitando o valor baixo das cotações.

E a empresa se beneficiou também da situação em que os herdeiros de Hiroshi Yamauchi, presidente da Big N por 53 anos e que faleceu em 2012, se encontram. Ele deixou sua parte na empresa para seus quatro filhos, o que corresponde a 10% das ações da Nintendo. A Nintendo anunciou num comunicado à parte que os herdeiros venderam uma fração de suas ações de volta à companhia, num movimento que não deve ser encarado como perda de fé na empresa, o motivo é bem mais simples que isso: impostos.

Acontece que como é de praxe o Japão cobra Imposto de Renda sobre heranças, que lá responde por 50% do montante. Como as ações que os filhos detinham podem chegar ao valor de R$ 3,67 bilhões, eles precisam vender para ter o dinheiro em mãos e pagar o devido ao governo. Muito provavelmente a intenção é recomprar de volta sua parte na Nintendo após a mordida do leão, entretanto não se sabe quanto de seus papéis eles venderam se não todos, já que a Nintendo não sabe quem abriu mão de suas ações; podem ter sido todos os filhos ou apenas alguns.

Iwata disse que um dos motivos de recomprar as ações é recompensar os acionistas pelo fato da empresa não estar dando lucro, mas é um fato que numa situação de crise, quanto menos controladores melhor para a Nintendo. Agora resta saber o que virá a seguir, pois ela precisa turbinar as vendas do Wii U, e rápido!

Fonte: BB.

relacionados


Comentários