Meio Bit » Arquivos » Ciência » Ufeiro processa NASA por ocultar existência de marcianos

Ufeiro processa NASA por ocultar existência de marcianos

Alguns dias atrás uma pedra misteriosa apareceu em uma foto do robô Opportunity, em Marte. Os cientistas gostaram, examinaram e acharam uma pedra interessante, mas não foi o suficiente. Um ufeiro entrou com uma ação na Justiça para forçar a NASA a estudar detalhadamente a planta alienígena (pra ele não é pedra).

31/01/2014 às 11:00

giorgio

No começo do mês o Opportunity, um robozinho valente que desde 2004 percorre a superfície de Marte descobriu uma anomalia curiosa. Em algum momento em um período de 12 dias uma pedra apareceu, do nada. Várias hipóteses foram cogitadas, quase todas elas levando em conta que, normalmente pedras não aparecem no nada.

Vários falam de alienígenas. Eu gosto de achar que foi obra dos marcianos alados vegetarianos que segundo Chico Xavier moram por lá. Outros acham que foram aliens genéricos. Um grupo diz que não é uma pedra, é uma criatura. A NASA dá duas hipóteses. A primeira e imensamente improvável mas não impossível é que um meteoroide tenha caído nas proximidades e a pedra seja ejecta do impacto.

A outra hipótese, e a mais provável é que durante uma manobra ali perto, onde a Opportunity fez uma curva fechada, uma das rodas tenha arrastado a pedra, e como era uma ladeira, ela rolou (irônico que Bowie falou de vida em Marte mas no final apareceu uma Rolling Stone) até a posição.

itsalivesoquenao

Clique para engrandalhecer

Para sorte dos cientistas a pedra caiu de cabeça para baixo. Uma parte dela que não era exposta às intempéries por bilhões de anos ficou ao alcance dos sensores da Opportunity, que detectou uma pedra branca, do tamanho de uma rosquinha, com um estranho centro vermelho. Rica em enxofre, manganês e magnésio, em proporções que nunca viram antes.

É mais um dos pequenos mistérios que Marte gosta de inventar, mas hey, é um mundo alienígena, IMAGINA-SE que seja estranho.

Os cientistas estão felizes pelo golpe de sorte, mas quem não gostou foi um retardonauta de nome Rhawn Joseph que se diz astrobiólogo mas é um neuropsicólogo. Ele é conhecido por negar Darwin e o Big Bang, e está associado ao Jornal de Cosmologia, um site especializado em “ciência não-ortodoxa”, se é que você me entende.

Rhawn não gostou da afirmação da NASA de que a pedra era uma pedra. Entrou com uma ação na Justiça exigindo que todos os esforços sejam usados para investigar o que, segundo ele, é um organismo alienígena que cresceu naquele local. Diz ele que viu inclusive… tentáculos.

Ainda não se sabe se a Justiça aceitará a ação, mas significa tempo e dinheiro gastos da NASA para dar atenção pra malucos.

Felizmente, muito felizmente tipinhos inúteis como Rhawn Joseph são raros, mas mesmo assim incomodam. Vide Marina Bay, astróloga que processou a NASA em US$ 300 milhões, alegando que ao atingirem um cometa com uma sonda em 2005 teriam colocado em risco a existência da Humanidade, e alterado as “esferas celestes”. Curioso como cometas se tornaram tão importantes para a Astrologia, que até 1781 não havia dado falta de Urano, até 1846 não sabia que Netuno existia e “funcionou” sem Plutão até 1930. Sendo que esses dois últimos foram descobertos através de perturbações orbitais. Ciência de verdade (e não pseudociência) examina dados, detecta uma perturbação, deduz sua origem e diz aonde apontar o telescópio.

Marte, para nossa desalegria, é terreno fértil para malucos como Rhawn Joseph, que ADORAM, AMAM exercitar pareidolia em níveis patológicos. Examinam com olhos de águia (esquizofrênica) imagens da NASA, em busca de qualquer coisa vagamente reconhecível. Aí, no melhor estilo History Channel, fazem uma alegação absurda e acusam os cientistas de “ocultar a verdade”.

Vejamos algumas das bobagens que essa gente que fumou demais o cigarrinho do Mujica encontrou em Marte:

1 - Pé-Grande

A posição das pedras e das sombras torna irresistível achar que realmente estamos vendo o Pé-Grande, queridinho da criptozoologia por ser facilmente falsificável com uma fantasia vagabunda de gorila e o Michael J. Fox filmando. Pena que a NASA explicou que se isso for um Pé-Grande, tem 15 cm de altura.

marte1

2 - Lagarto

Qual o mais provável? Um lagarto flagrado no meio de um deserto banhado de radiação, ou uma pedra, uma sombra e um pedaço de terreno não-relatado que nossos olhos insistem em ver como uma cauda? Um lagarto, claro!

marte2

3 - Um crânio alienígena

É como aquelas cabeças de foi em faroeste. Convenhamos, isso de forma alguma pode ser uma pedra!

marte3

4 - Uma Marmota

De que forma outra os marcianos saberão quando começa a primavera?

marte4

5 - Uma pirâmide

Depois que o Rosto Marciano se mostrou só uma montanha qualquer, e as tais Pirâmides de Elysium apareceram como meros montes de terra naturais, os ufeiros andavam com crise de abstinência piramidal, até esta foto da Curiosity. O problema é que MESMO que a pedra fosse uma pirâmide em ruínas, não caberia nem o Pé-Grande dentro dela, com pouco mais de 10 cm de altura.

marte5

Marte é um planeta fascinante, com paisagens lindas e desoladas, mistérios que levaríamos várias vidas desvendando, mas não é sobrenatural, não é simplório como os ufeiros gostariam que fosse. Se um dia acharmos um fóssil será completamente diferente de tudo que conhecemos. Tentar achar coisas da Terra lá é no mínimo falta de imaginação.

Para tirar esse gosto ruim de ufeiro da boca, vamos apreciar imagens reais de ciência de verdade. Faça um favor a si mesmo e clique para abrir este panorama de - 13726 × 3008 feito pela Curiosity.

Esta foto linda das rodas, também na Curiosity.

Vastitas Borealis, uma cratera congelada.

Portanto, Mr Rhawn Joseph, não é que ninguém queira explorar Marte. Muito pelo contrário. Há muito a explorar, a única pena é que cientistas tenham que perder tempo respondendo a processos idiotas como o seu.

Leia mais sobre: , , , , .

relacionados


Comentários