Meio Bit » Baú » Indústria » Erik Magnus aprova: pulso magnético no cérebro pode eliminar a enxaqueca por dias

Erik Magnus aprova: pulso magnético no cérebro pode eliminar a enxaqueca por dias

Britânicos desenvolvem um dispositivo que usa pulsos magnéticos para tratar os sintomas da enxaqueca. Resultados são animadores.

28/01/2014 às 15:37

x11

Há alguns meses noticiamos que a - como o Cardoso gosta de chamar - Melhor Coréia poderia ter tentado desenvolver uma arma de pulso eletromagnético, vocês se lembram disso? Pois é. Completamente inútil.

Tentando dar um uso mais factível a isso, cientistas descobriram que disparar um pulso eletromagnético na parte de trás da cabeça de uma pessoa que sofre com enxaqueca pode ajudar a evitar as dores de cabeça por vários dias. Menos se você for o Fanático (ou Juggernaut para os íntimos).

Mas antes de enfiar sua cabeça em um microondas e fazer pipoca com seus miolos, vamos entender o que foi feito pelo pessoal do National Institute for Health and Care Excellence (NICE), da Inglaterra.

O estimulador magnético transcraniano tem sido recomendado pelo NICE depois que ensaios clínicos mostraram sua eficácia na redução da dor. Esse dispositivo é colocado na parte de trás da cabeça do paciente e um pulso de energia magnética é liberado para estimular os nervos do córtex occipital, que é o centro do nosso processamento visual.

É importante citar que esse tipo de procedimento não trabalha em cima das causas da enxaquecas (que, afinal, não são bem certas e sempre dá discussão quando se tenta chegar a um veredito sobre isso).

magnetic-pulse-migraine-relief

Mas o processo foi pensado para interromper a atividade elétrica anormal no cérebro que causa essas dores tão desconfortáveis. Se é que existe dor confortável, mas aí vai de cada um, sem preconceitos aqui.

Dos 164 pacientes tratados com este dispositivo durante o experimento, 39% não sentiam mais os sintomas depois de 2h. E 49 pessoas (cerca de 30%) continuaram sem dores por pelo menos 24 horas.

Em um estudo feito após esta experiência, 3/4 dos pacientes com enxaqueca que receberam um tratamento contínuo com pulsos magnéticos tiveram uma redução na frequência da dor de cabeça.

Sem tratamento, a enxaqueca pode durar de 4 até 72 horas. Eu, infelizmente, sei bem como é isso e aposto que muitos que estão lendo também sabem. Para termos uma ideia do que esse tratamento pode fazer, vamos pegar o exemplo de Miriam Heyburn, 61 anos, que sofre com esse problema, de uma forma crônica, desde os 8 anos de idade. Ela foi uma das pacientes que chegaram a ficar 10 dias sem dores de cabeça depois do tratamento. "Esse dispositivo mudou minha vida" - disse ela.

Buscando as contra-indicações, percebi que não existiram relatos de problemas sérios durante o tratamento, mas é possível que a pessoa sinta leves tremores de músculo (amiostasia) e incômodo com sons muito altos (um nível muito leve de fonofobia, que não era sentida antes do procedimento).

Eu pessoalmente não sei se me sentiria confortável de tomar umas rajadas de pulso magnético no cérebro. Se eu tivesse mais de 60 anos e vivesse sofrendo com enxaqueca por dias a fio, possivelmente sim.

Mas é importante saber que este tipo de tratamento existe e que as pessoas podem buscar uma alternativa para pílulas e medicamentos que nem sempre são eficazes.

Você toparia participar de um procedimento como esse?

Fonte: NICE.

Leia mais sobre: , .

relacionados


Comentários