Meio Bit » Baú » Áudio e vídeo » Intel Media, projeto falho de TV por streaming é vendido para a Verizon

Intel Media, projeto falho de TV por streaming é vendido para a Verizon

Intel desiste de serviço fracassado de TV por streaming por não conseguir adquirir conteúdo; acordo com a Verizon pode alcançar o valor de US$ 500 milhões

21/01/2014 às 15:31

intel-media

Foi há exatamente um ano, durante a CES 2013 que a Intel apresentou seu próprio plano de TV por streaming, chamado Intel Media. A ideia era oferecer um serviço via web que agregaria a maioria dos canais que os espectadores assistem, com a vantagem de utilizar qualquer hardware com seu processadores — inclusive um set-top box dedicado. A Intel Media seria lançada no fim de 2013, entretanto ela esbarrou num pequeno problema: ninguém abraçou a ideia.

A Intel vem há tempos tetando morder o mercado de TV já que o de PCs está rolando ladeira abaixo. Entretanto ela não tem dado uma dentro: os processadores que ela forneceu para dispositivos como a Google TV e aparelhos da Sony não agradaram e foram substituídos por chips ARM, o que entre outras coisas levou a empresa a abraçar a tecnologia, ainda que de forma limitada. Já a Intel Media não despertou o interesse das emissoras e produtoras, que já possuem boas alternativas como Netflix, Hulu e outros. A Intel simplesmente não conseguiu comprar conteúdo.

O resultado? A Intel jogou a toalha, vendendo a divisão inteira para a Verizon. Segundo fontes o valor envolvido não é nada desprezível, podendo chegar a até US$ 500 milhões. No comunicado oficial o CEO Brian Krzanich ainda afirma que “os produtos da Intel Media são revolucionários”, mas a divisão será melhor aproveitada pela Verizon. Sei…

A Intel agora pretende agregar seu serviço de vídeo via fibra ótica ao novo produto de seu parceira, de modo a diferenciá-lo de seus concorrentes. Talvez agora, com uma operadora interessada a entrar no mercado de streaming o produto deslanche, mas sinceramente não boto muita fé.

Fonte: The Next Web.

Leia mais sobre: , , , , , , .

relacionados


Comentários