Meio Bit » Arquivos » Games » Os jogos cooperativos para jogadores solitários

Os jogos cooperativos para jogadores solitários

Você já jogou algum game cooperativo para apenas uma pessoa? Provavelmente sim, mas nem prestou atenção neste estilo que está ganhando cada vez mais espaço.

10/01/2014 às 13:00

brothers

Eu nunca havia pensando neles desta maneira, mas o IGN publicou um artigo bastante interessante onde o autor fala sobre a evolução de um estilo de game cooperativo que pode ser jogado sem a ajuda de amigos, o que eles chamam de “single-player co-op”. Tal definição pode ser contraditória e até um pouco difícil de entender, mas basta citarmos alguns títulos para notarmos como esses jogos estão ganhando popularidade.

Basicamente a ideia aqui são jogos que nos permitem controlar vários personagens ao mesmo tempo ou que nos dê a oportunidade de alternar entre eles, recurso que se tornou marca registrada nos títulos da franquia LEGO e que aos poucos está evoluindo, com um belo exemplo disso podendo ser visto no Grand Theft Auto V.

Embora sua campanha principal seja tipicamente para um jogador, a maneira como a Rockstar aproveitou os três protagonistas fez com que em muitos casos sentíssemos como se estivéssemos jogando na companhia de outras pessoas, o que fica mais claro nas missões onde os personagens precisam cooperar uns com os outros para atingir seu objetivo.

Outro exemplo muito bom é o Brothers: A Tale of Two Sons, que de forma brilhante nos coloca no comando de dois irmãos, cada um deles sendo controlado por uma alavanca analógica do joystick. Além disso ter um impacto tremendo na jogabilidade, sendo na minha opinião um dos jogos mais inovadores dos últimos anos, também influência no enredo e ao contrário de boa parte dos ditos single-player co-op, funciona muito melhor assim do que se fosse encarado com um amigo.

Enfim, muitos títulos estão se valendo desta estratégia para agradar aqueles que gostam de jogar cooperativamente, mas não gostam de depender da disponibilidade dos outros (meu caso) e há ainda aqueles caso onde a inteligência artificial pode assumir esse papel, como no Left 4 Dead, Mass Effect ou Kane & Lynch e mesmo que esta não seja a solução ideal, a linha entre single e multiplayer está se tornando cada vez mais tênue e penso que isso pode ajudar muito a aumentar a imersão nos games.

relacionados


Comentários