Meio Bit » Baú » Áudio e vídeo » CES 2014: Sony revela nova versão dos seus óculos de realidade virtual

CES 2014: Sony revela nova versão dos seus óculos de realidade virtual

Sony mostra versão atualizada do seu óculos de realidade virtual, um dispositivo capaz de gerar uma imagem equivalente a uma tela de 750″.

09/01/2014 às 13:01

HMZ-T3Q

Apesar de todas as promessas e da enorme ansiedade gerada em algumas pessoas, a realidade virtual ainda não deslanchou, mas com o lançamento do Oculus Rift está se aproximando cada vez mais, e a Sony aos poucos está tentando conquistar sua fatia nesse mercado bastante promissor.

A empresa japonesa mostrou na CES uma versão atualizada do seu head-mounted display, ou HMD (cujo modelo atual custa salgados US$ 999), que além de contar com sistema de som 7.1 canais, também é capaz de gerar uma imagem equivalente a uma tela de até 750″, um brinquedinho que boa parte dos gamers ou apaixonados por filmes adorariam ter.

Conforme explicou Michael Fasulo, COO da Sony Electronic, utilizar um dispositivos como esses é o mesmo que ter um cinema em sua cabeça e no caso do HMZ-T3Q, um completamente portátil, que pode ser a opção ideal para aqueles ambientes nos quais utilizar uma grande TV é totalmente inviável, como por exemplo no interior de um avião.

Como o acessório consegue rastrear os movimentos da cabeça do usuário, sua utilização com games pode aumentar consideravelmente a imersão, tornando-se um concorrente para o Oculus Rift. O problema é que ele deverá custar pelo menos o mesmo que a versão anterior, ou seja, algo em torno de três vezes o valor do produto da Oculus VR, seu preço poderá afastar muitos compradores.

Problemas financeiros a parte, o que realmente me deixa desconfiado em dispositivos assim é a impressão de que podem ser bastante desconfortáveis em sessões mais longas, o que pode ser apenas um reflexo de experiências não muito agradáveis que tive no cinema em sessões 3D, mas o fato é que já começo a ter dor de cabeça só de pensar em usar um trambolho destes por mais de 10 minutos.

Fonte: Venture Beat.

Leia mais sobre: , .

relacionados


Comentários