Meio Bit » Baú » Games » Microsoft considerou fazer do Xbox One um console 100% digital

Microsoft considerou fazer do Xbox One um console 100% digital

Phil Spencer revela em entrevista que a empresa considerou remover o drive de Blu-ray do Xbox One, alimentando-o exclusivamente com mídias digitais

02/01/2014 às 13:00

xbox-one

Muita gente prefere a mídia física à digital, não só pela sensação de posse de manusear a caixa, o disco ou cartucho e folhear o manual proporcionam, mas também pela praticidade em economizar espaço lógico na memória dos consoles (algo que não acontece no Xbox One). Já a mídia digital proporciona a praticidade em comprar e jogar em poucos cliques, a redução de espaço físico e a possibilidade de adquirir jogos de várias localidades do mundo sem pagar altas taxas de envio, porém há os problemas de conexão e o fato de que um fim de contrato pode significar o sumiço de títulos da lojas digitais.

No entanto a Microsoft considerou em determinado momento dar um passo bem ousado. Em entrevista publicada no número 107 da Xbox Official Magazine UK, o chefe da Microsoft Studios Phil Spencer revelou a empresa considerou a possibilidade do Xbox One não contar com drive de disco, sendo um console abastecido exclusivamente por mídias digitais.

Essa não seria a primeira vez que alguém sugere a ideia de que o novo videogame da Microsoft não deveria depender de discos. o CEO da Epic Games Tim Sweeney disse certa vez que o Xbox One apresentaria uma vantagem considerável sobre o PS4 se abandonasse os discos em prol de um SSD. Internamente, a possibilidade de matar o drive óptico foi considerada após o anúncio na E3, quando começou a receber feedback dos fãs sobre o que poderia ser mudado até o lançamento. Uma das sugestões era abandonar os discos e focar no digital, o que Spencer conta:

"Houve uma discussão real sobre se deveríamos manter o drive óptico no Xbox One ou se deveríamos arriscar com um console puramente digital, mas quando você começa a pensar em coisas como conexões de banda larga e o tamanho dos games, isso cria um problema. Portanto nós decidimos - e acredito que tenha sido a coisa certa a se fazer - por manter o drive Blu-ray e dar aos consumidores um modo simples de instalar grandes quantidades de dados."

Como a instalação dos games no Xbox One é mandatória, a vantagem da mídia física em economizar espaço lógico não se aplica, mas ainda assim é bem mais simples instalar 40 GB via disco do que baixar da internet. Se Spencer já viu isso como um problema em mercados grandes como Estados Unidos e Europa, imagine no Brasil e nossas ótimas opções de banda larga, só que não.

Fonte: OXM.

Leia mais sobre: , , .

relacionados


Comentários