Meio Bit » Baú » Internet » Austrália protegendo banhistas com o Tubarão Tuiteiro

Austrália protegendo banhistas com o Tubarão Tuiteiro

Ataques de tubarão são bem menos frequentes do que a mídia golpista paga pelo Spielberg gosta de alardear, mas mesmo assim existem, então pra evitar esse tipo de evento, a Austrália instalou transmissores com GPS em tubarões. Quando eles chegam perto de áreas com banhistas eles… tuitam.

30/12/2013 às 12:15

294892-shark-repellent-bat-spray

Tubarões não são problema se você for o Cruzado Embuçado, com um vidro de spray de bat-repelente de tubarão no cinto de utilidades. Já pessoas normais precisam se preocupar, afinal esses terríveis assassinos do mar matam todo ano incontáveis pessoas. Mais precisamente incontáveis na faixa de 15, um pouco abaixo da metade das 34 vítimas fatais de acidentes de ski (too soon?) no mesmo período, e nem de longe perto das 24 mil vítimas fatais de raios, também anualmente, mas foquemos nos tubarões.

Se há alguma verdade no filme do Spielberg é que as cidades não gostam de perder turistas, então para evitar os já improváveis encontros, a organização de Salva-Vidas da Austrália Ocidental resolveu inovar. Instalaram transmissores de rádio com GPS em mais de 340 tubarões que vivem na região próximas às praias.

O sinal desses transmissores é concentrado e organizado em uma central de computação, que identifica a posição e espécie de cada tubarão, e caso um esteja mais próximo do que deveria de uma praia, é enviado um tweet com a informação. Assim banhistas e guarda-vidas podem se precaver.

O feed do Twitter dos Tubarões é bem ativo. Em alguns casos rola até foto do tubarão, se houver um helicóptero nas proximidades.

tutubarao

Claro, o serviço seria realmente útil se também avisasse de Sharknados, Shartopus e Tubarões-Fantasma, mas nada é perfeito. E de qualquer jeito, chegou tarde demais para as vítimas do Mega Shark. Que descansem em paz.

Fonte: TV.

Leia mais sobre: , , .

relacionados


Comentários