Meio Bit » Arquivos » Fotografia » ENHANCE! — Pesquisador cria zoom forense ridículo nível CSI

ENHANCE! — Pesquisador cria zoom forense ridículo nível CSI

Sabe aquele ENHANCE! ridículo de séries como CSI? Pois é. Um pesquisador desenvolveu uma demonstração onde conseguiu identificar criminosos baseado no reflexo nas pupilas das vítimas. Sim, eu sei, é chato mas temos que admitir que de vez em quando até Bones acerta.

28/12/2013 às 17:16

roy_zoiudo

Uma das cenas mais legais de Blade Runner é quando Deckard pega a holofoto, coloca no scanner mais barulhento do Universo e usa a bisneta da Siri para ampliar, girar e passear dentro da imagem. Você sabe, pura ficção científica. Na época ninguém reclamou, pois afinal a história se passa no inimaginável e distante ano de 2019.

Melhor que Blade Runner só a tecnologia das séries policiais, onde zooms mágicos e técnicas de melhoria de imagem dignas de Hogwarts convivem com PCs saídos das Casas Bahia. Chega a ser constrangedor a quantidade de vezes com que falam bobagens como “vou combinar alguns algoritmos com um sistema heurístico e potencializador o aliasing dos buffers de saída”.

Criam informação do nada, câmeras de segurança com resolução de Minecraft, depois de alguns “algoritmos” produzem imagens dignas de um Lumia 1020.

Agora, com câmeras parecidas com a de um Lumia 1020, um tal Dr. Rob Jenkins, da Universidade de York está experimentando com técnicas de ampliação de imagem que rivalizam os episódios mais absurdos de Bones. No trabalho publicado, utilizaram imagens refletidas nas pupilas de vítimas de crimes simulados, e nos 6 casos testados conseguiram identificar o criminoso a partir dessas fotos.

ENHANCE_ENHANCE_ENHANCE_DIABO

O sistema usa algoritmos (aqui se aplica) de melhoramento de imagem, mas o reconhecimento dos suspeitos foi feito manualmente.

Claro, é muito mais uma demonstração tecnológica do que uma técnica realmente prática, ao menos pelos próximos… 10 anos. Eles usaram uma Hasselblad H2D de 39 megapixels e iluminação de estúdio. Com a “vítima” olhando diretamente pra câmera. Na vida real dificilmente seu assassino usará o mesmo tipo de equipamento e setup, muito menos disponibilizará online as fotos do crime.

Hoje, em caso de grandes crimes como o atentado na Maratona de Boston as autoridades pedem que as pessoas enviem fotos e vídeos feitos no local. No futuro isso ganhará o reforço de arquivos de alta resolução, que se não tornarão possíveis exageros CSI como o Best Case Scenario da pesquisa do Rob Jenkins, pelo menos facilitarão MUITO a identificação de pessoas e automóveis, por exemplo.

Infelizmente nunca chegaremos ao nível de Zoom mostrado em Red Dwarf, uma daquelas séries de FC inglesas feitas com orçamento de conserto de geladeira, que o Nick adora…

Fonte: TV.

Leia mais sobre: , , , , .

relacionados


Comentários