Meio Bit » Baú » Hardware » Carregador padrão para notebooks chegará ao mercado em 2014

Carregador padrão para notebooks chegará ao mercado em 2014

IEC anuncia que assim como o conector micro-USB para smartphones, carregador universal para notebooks será apresentado em 2014

19/12/2013 às 12:30

notebook-charger

A IEC (International Electrotechnical Commission) é um órgão que tem se esforçado para forçar os fabricantes a adotarem padrões de conexão de modo a reduzir a quantidade de lixo eletrônico. Foi ela que determinou a adoção do Micro USB como conexão padrão em celulares e tablets, e agora ela volta seus esforços para fazer o mesmo com o carregador dos notebooks: a comissão publicou as especificações para um novo padrão de carregador de modo a ser adotado pelas empresas.

Segundo a IEC, o objetivo é diminuir a geração de lixo eletrônico em cerca de 500 mil toneladas por ano. A comissão espera que s fabricantes trabalhem em conjunto em prol de um mundo mais verde e sustentável. O tal carregador segue os padrões internacionais de conectores e plugues, o que permitiria em teoria que caso você saia de casa sem seu carregador, possa conseguir outro que resolva seu problema. Isso é importante para evitar situações que ocorrem hoje, onde o usuário pode acabar comprando outro notebook ao danificar seu carregador, diminuindo a quantidade de acessórios vendidos com hardwares novos.

Pelo menos em partes. Minha preocupação é que apenas um conector universal não resolve, dispositivos diferentes possuem necessidades energéticas distintas. Ainda que o plug seja padronizado, as baterias de todos os notebooks serão otimizadas de modo a exigir a mesma tensão elétrica? E quando falamos de notebooks mais parrudos, como proceder? A o2 deu um jeito de ser mais verde no começo do ano ao não vender mais smartphones com carregadores, caso o mesmo ocorra com notes seremos obrigados a comprar À parte, observando as tensões caso isso não seja padronizado.

O outro problema seria a Apple, que não adota padrões que não os seus próprios. Quando a IEC decidiu pelo micro-USB ela obrou e andou, entretanto na Europa o formato é obrigatório; a solução foi introduzir no pacote de seus iGadgets um adaptador, algo que a comissão não queria: criação de mais lixo. Se o padrão também for definido como obrigatório em algum lugar é altamente improvável que ela abandone o conector Magsafe, dando brecha para mais um acessório desnecessário.

De qualquer forma, caso a padronização signifique aparelhos que consomem energia da mesma forma, a adoção é bem-vinda. Caso contrário não vejo tanta vantagem nisso.

Fonte: The Verge.

relacionados


Comentários