Meio Bit » Baú » Indústria » Something something Dark Side Complete — Google adquire Boston Dynamics

Something something Dark Side Complete — Google adquire Boston Dynamics

Google compra a Boston Dynamics, fabricante dos robôs mais legais das interwebs, mas não se engane. Não vem Apocalipse Robótico por aí. As mudanças que isso causará na Humanidade serão bem mais abrangentes…

16/12/2013 às 17:35

mataresmagardestruir

Nós da Internet adoramos histórias que remetam a desastres como Apocalipse Robótico, zumbis, invasões alienígenas e Steam pra Linux, mas algumas vezes essas histórias são tão, tão óbvias que perde a graça fazer as piadas. Foi o caso da aquisição da Boston Dynamics, empresa responsável por 9 entre 10 robôs ameaçadores da vida real.

As análises mais rasteiras colocam o Google como vilão, dizendo que “oh, viraram fornecedor do governo”, mas essa deveria ser a menor das preocupações. Não é o que o governo dos EUA fará com robôs que mudará o mundo, e sim o que vier do Google.

Tecnologia militar leva muito tempo pra chegar ao público, já a tecnologia civil com DINHEIRO, bem, basta perceber quantos anos o TuxPhone foi uma piada constrangedora, quanto tempo o Linux amargou tentando se tornar uma alternativa para o grande público, até que o Google entrou, colocou a carteira na mesa e transformou o Android no grande player do mercado de sistemas mobile.

A Boston Dynamics não foi a primeira aquisição do Google na área de robótica. Ela é a OITAVA. E não foi por robôs darem dinheiro. O contrato com a DARPA pra desenvolver o BigDog é de menos de US$ 11 milhões, isso o Google deve gastar por dia, em RedBull para os programadores da Microsoft.

Eles não estão comprando hardware, estão comprando know-how e CÉREBROS.

Só para dar uma idéia do tamanho do interesse deles, o Google investe ANUALMENTE algo em torno de US$ 7 bilhões em pesquisa e desenvolvimento. US$ 7 bi que em qualquer empresa dos anos 60 seriam integralmente convertidos em montanhas de cocaína, louras de reputação duvidosa e carros italianos.

Vamos comparar com a Oitava Economia do Mundo, Gigante Em Berço Esplêndido e paraíso na Terra hoje, segundo o PT, ou entre 1995 e 2003, segundo o PSDB.

O orçamento do Ministério de Ciência, Tecnologia e (pffft) Inovação para 2013 foi de… US$ 4,3 bilhões.

Isso mesmo. Uma única empresa investe mais em pesquisa do que um país inteiro, e um dos grandes.

O Google está planejando algo grande envolvendo robôs. Não é um brinquedo como o Glass ou um projeto “pessoal” como o tal carro autônomo. É bem maior. Se fosse chutar, eu imaginaria que planejam, para daqui a alguns anos, o primeiro assistente robótico funcional. Não um C3P0, Não uma Cilônia (infelizmente) mas algo parecido com um R2D2 com interface amigável. Pense bem, com toda a tecnologia da Internet não temos nada capaz de ir na padaria comprar uma Coca-Cola, achar nossas chaves, recolher as moedas no sofá ou colocar o celular pra carregar.

Não acho que teremos inteligência artificial de verdade, há toda uma questão filosófica envolvida, mas não importa, desde que ele consiga fingir que é inteligente a maior parte do tempo. Conheço várias pessoas que se enquadram nessa definição.

Pode ser que não seja nada disso, pode ser que o Google nos surpreenda com algo mais incrível ainda, tipo uma rede social deles que alguém use, mas para nós, Humanidade, já é excelente, pois temos empresas investindo bilhões em pesquisa básica (Microsoft e IBM também estão nessa) e não só em como maquiar o próximo celular irresistível que internamente é idêntico aos 5 anteriores.

Não sei se os robôs do Google serão nossos mestres ou nossos escravos, imagino que serão nossas ferramentas, e se o Google já fatura bilhões com uma ferramenta de busca, imagine quanto faturará com uma com capacidade pra ir buscar uma pizza.

P.S.: o título do presente texto é uma referência a uma cena de Family Guy, quando o Imperador descobre a fórmula para criar textos memoráveis em Star Wars. Olha o vídeo abaixo:

Leia mais sobre: , , , , , .

relacionados


Comentários