Meio Bit » Baú » Games » Terminal Reality pode ter fechado as portas

Terminal Reality pode ter fechado as portas

Depois do enorme fracasso do The Walking Dead: Survival Instinct, ex-funcionário diz que Terminal Reality fechou as portas e colegas confirmam notícia.

12/12/2013 às 11:30

Ghostbusters

Fundada em 1994 e sem um estrondoso sucesso desde então, parece que aquilo que se anunciava há alguns meses aconteceu, com a Terminal Reality tendo encerrado suas atividades. Embora um comunicado oficial sobre a situação não tenha sido emitido, a possibilidade surgiu depois que Jesse Sosa, um ex-funcionário que trabalhou no estúdio publicou a informação no seu Facebook.

Aqueles que me conhecem há muito tempo sabem que estive na TRI por 10 anos e parece que eles finalmente fecharam. Muitas emoções diferentes estão passando por mim neste momento. Saí de lá quando vi que as coisas estavam indo ladeira abaixo, mas sempre estive com eles e esperava pelo melhor. Agora que se foram, estou me sentindo meio nostálgico.

O detalhe é que outros ex-membros da desenvolvedora confirmaram a história e se visitarmos o site do estúdio, podemos ver uma mensagem que diz que eles estão passando por renovações, nos direcionando para a página da empresa na rede de Mark Zuckerberg, que por sua vez não é atualizada desde outubro. Já no Twitter a situação é ainda pior, sem uma nova mensagem desde março, quando eles lançaram o criticadíssimo The Walking Dead: Survival Instinct.

Tendo desenvolvido jogos como o Ghostbusters: The Video Game, Monster Truck Madness e BloodRayne, além de ter ajudado na criação do Kinect Star Wars e trabalhado em coletâneas como o Metal Slug Anthology e The King of Fighters Collection: The Orochi Saga, é curioso perceber como nem mesmo as engines desenvolvidas internamente conseguiram um grande destaque.

Contudo, isso não torna a notícia menos triste e caso ela seja mesmo confirmada, trata-se de mais uma desenvolvedora bem antiga que não consegue se adaptar ao mercado. Veremos agora como ficará a questão das propriedades intelectuais da empresa, não que ela tivesse muitas, já que basicamente só trabalhava com marcas licenciadas.

Fonte: Gamasutra.

relacionados


Comentários