Meio Bit » Baú » Ciência » Microsoft cria sutiã inteligente para ajudar na dieta

Microsoft cria sutiã inteligente para ajudar na dieta

Um dos grandes segredos de não engordar é fechar a boca, mas como fazer com que a moça, em casa, triste, sozinha com 2 gatos, um pote de sorvete e um DVD da Sandra Bullock não cometa carbicídio? Segundo a Microsoft, com um CyberSutiã monitorando seus níveis de humor!

04/12/2013 às 18:16

japinhacomsorveteeuquero

Um dos clichês clássicos das comédias românticas é o das mulheres que entram em crise e se trancam com um filme da Sandra Bullock e um pote de sorvete. Mesmo clichê, é verdadeiro. açúcar provoca uma verdadeira tempestade no centro de recompensa do cérebro. Sem saber que não vivemos mais nas savanas africanas, comida com alto teor de glicose é algo que não pode ser desprezado, o cérebro não sabe quando terá a chance de se empanturrar assim.

O problema é que isso causa uma epidemia de obesidade, principalmente entre as mulheres, que não praticam formas de sublimar depressão como homens, que inventamos guerras, nos matamos em ringues de MMA/UFC e assistimos filmes com coisas que explodem.

Felizmente somos razoavelmente racionais, então se na hora H alguém der um toque, percebemos que é pura gula e não comemos. Como fazer isso sem contratar um Personal Food Avaliator Tabajara?

cybertufas

Este grupo da Microsoft Research fez uma pesquisa (séria) utilizando um CyberSutiã Digital, com 8 sensores, incluindo Eletrocardiograma, Temperatura e giroscópios. E Bluetooth, afinal tudo fica melhor com Bluetooth. Associado com um app de celular, ele consegue determinar quando ocorre uma alteração de humor e se a usuária está dando indícios de que vai pra geladeira achar algo mastigável. O celular apita e tenta convencê-la a fechar a boca.

emotree-serioehesseonome

O sistema usa inteligência artificial e aprende a reconhecer emoções. Em pouco tempo seu sutiã saberá mais como você se sente do que seu marido, mas suspeito que não seja diferente com sutiãs normais. O foco, claro, não é o sutiã em si, mas o monitoramento, que agora está sendo feito com braceletes. Um dos resultados da pesquisa é que as pessoas estão dispostas a aceitar as “intervenções” mas tendem a ignorar se elas são feitas por máquinas. Ou seja: o app de smartphone tem que ligar pra sua melhor amiga e pedir pra ELA mandar você fechar a boca.

Fonte: BBC.

ADENDO: nem tudo são flores. Como o equipamento envolve um sutiã com diversos componentes eletrônicos e baterias, acidentes acontecem. Abaixo um dramático vídeo de uma das usuárias menos afortunadas:

relacionados


Comentários